Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Em Espanha, já lhe chamam o Fisco Futebol Clube

Logótipo de O Jogo O Jogo 20/06/2017 Hugo M. Monteiro

O jornal Marca fez um apanhado dos jogadores e treinadores que tiveram problemas com o Fisco

Os casos de Cristiano Ronaldo e José Mourinho com o Fisco são os mais recentes de uma longa lista de jogadores, antigos futebolistas e treinadores que já tiveram problemas com as autoridades tributárias espanholas.

© Fornecido por O jogo

Perante este cenário, o jornal "Marca" aproveitou para fazer um balanço de jogadores que já foram julgados ou que já foram denunciados por fuga ao fisco, num trabalho apelidado de "Fisco Futebol Clube". Entre os que já foram julgados estão Lionel Messi e Javier Mascherano, ambos jogadores do Barcelona.

O astro argentino foi condenado a 21 meses de prisão e a uma multa de dois milhões de euros por evasão fiscal na ordem dos 4,16 milhões de euros, enquanto Mascherano pagou uma multa de 800 mil euros, após ter sido condenado a 12 meses de prisão.

Já entre os que foram denunciados pelo Fisco espanhol, mas que ainda não foram julgados em tribunal, estão nomes como os portugueses Cristiano Ronaldo, José Mourinho, Fábio Coentrão e Ricardo Carvalho, mas também Alexis Sánchez. Ángel Di María, Falcao, Adriano e Samuel Eto'o.

Por último, a Marca elencou uma lista de jogadores e antigos futebolistas que também estiveram envolvidos em delitos relacionados com as finanças, onde se encontram o português Pepe, o guarda-redes do FC Porto, Iker Casillas, e outros craques como Neymar, Xabi Alonso, Pedja Mijatovic, Piqué, Iniesta, VIlla, Filipe Luís e Diego Costa.

O melhor do MSN em qualquer dispositivo


AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon