Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Emir do Qatar recebido na sexta-feira pelo Presidente francês

Logótipo de O Jogo O Jogo 14/09/2017 Administrator

O Presidente francês, Emmanuel Macron, recebe na sexta-feira o emir do Qatar, xeque Tamim ben Hamad Al-Thani, que decidiu deslocar-se a Paris após a sua deslocação à Assembleia geral da ONU, anunciou hoje a presidência francesa.

"Este encontro será a ocasião para discutir a crise no Golfo, que requer uma atenção particular por parte do Presidente da República, cujos apelos ao diálogo e à estabilidade da região são constantes", segundo a mesma fonte.

"O Qatar, como o conjunto dos países do Golfo, são países amigos e aliados, e o Presidente concede uma grande importância ao prosseguimento do diálogo com todos os seus parceiros, em apoio à mediação do Kuwait", acrescenta o Eliseu.

Este encontro deverá ainda permitir abordar a questão da luta contra o financiamento do terrorismo e os meios de reforçar a cooperação entre os dois países.

No início de setembro, no decurso de uma visita do ministro dos Negócios Estrangeiros Jean-Yves Le Drian, o Qatar afirmou desejar "aumentar a cooperação económica" com a França, e manifestou-se "satisfeito" com a coordenação em matéria de segurança com Paris.

Nos últimos três meses o Qatar tem procurado demonstrar que as suas relações com os países ocidentais permanecem estáveis, apesar da crise que opõe Doha aos seus vizinhos do Golfo.

Emmanuel Macron já se envolveu na tentativa de resolução da crise ao contactar por telefone em agosto o príncipe herdeiro da Arábia Saudita, Mohammed ben Salmane.

Em 05 de junho, a Arábia Saudita, os Emirados Árabes Unidos, o Bahrein e o Egito romperam relações com o Qatar e impuseram sanções económicas (interrupção das ligações aéreas, terrestres e marítimas), após terem acusado o reino de apoiar grupos islamitas radicais, uma sugestão de imediato desmentida por Doha.

O emir do Qatar reúne-se hoje na Turquia com o Presidente Recep Tayyip Erdogan, na sua primeira deslocação ao estrangeiro desde o início da crise.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon