Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Emirates desmente rumores sobre o fim patrocínio ao PSG

Logótipo de O Jogo O Jogo 10/08/2017 Hugo M. Monteiro

Apesar das recentes divergências com o Qatar, a companhia aérea não vai rescindir contrato.

A companhia aérea Emirates "não vê razão" para deixar de patrocinar o Paris Saint-Germain, apesar do diferendo existente entre os Emirados Árabes Unidos e o Qatar, proprietário do clube francês de futebol, disse esta quinta-feira o porta-voz da empresa.

Após a transferência do jogador brasileiro Neymar, do espanhóis do Barcelona para o PSG, pela soma recorde de 222 milhões de euros (valor da cláusula de rescisão), têm circulado rumores que a empresa Emirates Dubai poderia ser substituída pelo seu 'rival' Qatar Airways.

"A Emirates tem um contrato de patrocinador com o clube de futebol francês PSG até 2019. Até agora, o clube tem cumprido todas as suas obrigações e não vemos razão para rescindir o contrato", disse um porta-voz da companhia aérea.

© EPA/RAFAL GUZ

Um grave diferendo político opõe o Qatar aos seus vizinhos dos Emirados Árabes Unidos, que o acusam de apoiar o terrorismo e de não tomar medidas de distanciamento do Irão.

Em 5 de junho, os Emirados Árabes Unidos, Arábia Saudita, Bahrein e Egito romperam relações diplomáticas com o Qatar e impuseram restrições aéreas, marítimas e terrestres ao país vizinho, bem como em toda a distribuição do gás.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon