Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Empresários querem dar "mais visibilidade" a aeródromo no Alto Minho

Logótipo de O Jogo O Jogo 11/07/2017 Administrator

Dar "mais visibilidade" ao aeródromo situado entre Valença e Vila Nova de Cerveira é o objetivo da parceira estabelecida entre a Confederação Empresarial do Alto Minho (CEVAL) e as câmaras municipais daqueles foi concelhos, anunciou hoje a instituição.

"O objetivo é dar mais visibilidade a uma infraestrutura que representa uma mais-valia económica e turística da região. O impacto que pode gerar na região é o equivalente ao de um campo de golfe", explicou hoje à Lusa o presidente da CEVAL, Luís Ceia.

A gestão daquela infraestrutura é garantida pelo Aeroclube de Cerval, tendo sido formada por pilotos, portugueses e espanhóis, a 16 de setembro de 1992. Inicialmente contava com seis aviões. Hoje, são já mais de 60 as aeronaves estacionadas nos vários hangares, com uma área de cinco mil metros quadrados

Segundo Luís Ceia, "mais de 40 das aeronaves, atualmente estacionadas no aeródromo, pertencem a cidadãos espanhóis".

"São pessoas com grande poder de compra que podem ser uma mais-valia para o Alto Minho", reforçou.

A CEVAL celebrou, no sábado, um protocolo com as câmaras de Valença e de Vila Nova de Cerveira para dinamizar e promover aquela infraestrutura.

"O campo de aviação de Cerval, futuro Aeródromo do Alto Minho, possui uma localização estratégica no contexto do Alto Minho e da Galiza, motivando o empenho das duas autarquias na sua potencialização, através deste protocolo com a CEVAL", justificou.

De acordo com aquele protocolo, a CEVAL "vai colaborar com as duas autarquias minhotas para impulsionar e promover o novo aeródromo no contexto territorial do Alto Minho e transfronteiriço, Norte de Portugal-Galiza, disponibilizando para isso o seu ?know-how' e serviços técnicos".

O acordo, com duração de um ano e passível de renovação, prevê ainda "a realização de ações conjuntas entre as três entidades para a sensibilização e informação sobre temas relevantes no domínio da atividade empresarial".

"Vamos promover eventos e apoiar as iniciativas do Aeroclube de Cerval de forma a preparar o aeródromo para futuras candidaturas, a formalizar pelas duas autarquias aos fundos comunitários, tendo vista a melhoria das condições da infraestrutura", disse.

Em abril passado, as Câmaras de Vila Nova de Cerveira e a de Valença concluíram uma intervenção, de requalificação do campo de aviação, orçada em mais de 120 mil euros, montante repartido por ambos os municípios.

A empreitada "dotou a infraestrutura de melhores condições de segurança e de acesso, dado o seu papel estratégico ao nível económico, pela proximidade às zonas industriais, e turístico pela forte ligação à vizinha Galiza".

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon