Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Empresa de limpeza do aeroporto do Porto desconhece situações de "assédio moral e sexual" aos trabalhadores

Logótipo de O Jogo O Jogo 13/07/2017 Administrator

A empresa Euromex, responsável pelos serviços de limpeza do aeroporto Sá Carneiro, no Porto, manifestou hoje "total surpresa e desconhecimento" face às acusações feitas pelo sindicato de "assédio moral e sexual" sobre trabalhadores.

O Sindicato dos Trabalhadores de Serviços de Portaria, Vigilância, Limpeza e Domésticas (STAD) anunciou para sexta-feira uma greve de 24 horas do pessoal da limpeza no aeroporto Sá Carneiro contra o alegado "assédio moral e sexual" sobre as funcionárias por parte das chefias da empresa Euromex, que presta serviços de limpeza no aeroporto.

"A chefia, verbalmente, trata muito mal os trabalhadores e trabalhadoras, intimidando-os, amedrontando-os e, inclusive, reprimindo-os", lê-se na nota que acrescenta "jamais a chefia atuaria desta forma se não tivesse uma orientação ou, no mínimo, a total proteção e/ou conivência da Euromex".

Em resposta a estas acusações, a Euromex repudiou "qualquer tipo de atitude que configure comportamentos que em nada dignificam a relação laboral entre qualquer trabalhador e a sua entidade empregadora".

"A administração da Euromex vai de imediato averiguar internamente de onde partiram estas acusações, sendo que não tem conhecimento da existência de qualquer processo ou queixas referentes às alegadas situações descritas", lê-se ainda no comunicado hoje emitido.

A empresa considera que, "a ser verdade, deveriam as partes interessadas fazer chegar aos elementos da direção-geral da empresa tais factos e a identificação objetiva de tão vis e desrespeitosas posturas".

A Euromex lamenta ainda que estas acusações por parte do STAD "surjam no momento" em que "decorre um processo negocial sobre as condições remuneratórias da equipa residente no aeroporto Francisco Sá Carneiro" entre o sindicato e a empresa.

Quanto à convocatória da greve para esta sexta-feira, a Euromex considera que se trata de "um direito que assiste a todos os trabalhadores" e que irá respeitar "em absoluto", garantindo que vai tomar "todas as diligências legais para assegurar a boa prestação dos serviços ao seu cliente e continuar a valorizar a imagem que o aeroporto do Porto tem granjeado nos últimos anos".

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon