Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Empresas esperam aumento de 7,5% das exportações de bens em 2017, mais que antes - INE

Logótipo de O Jogo O Jogo 11/07/2017 Administrator

As empresas reviram em alta as perspetivas para as exportações de bens em 2017, esperando um aumento nominal de 7,5%, mais 2,2 pontos percentuais que a previsão anterior, segundo dados do INE.

A revisão do valor apontado na previsão de novembro de 2016 resulta da atualização das expetativas das exportações, tanto para fora da União Europeia (mais 2,3 pontos percentuais), passando para 11,2%, como para mercados da UE (mais 2,2 pontos percentuais), com 6,3% de crescimento nominal.

Nas Perspetivas de Exportação de Bens, hoje divulgadas, o Instituto Nacional de Estatística (INE), revela que, excluindo os combustíveis e lubrificantes, as empresas indicam um aumento de 6,2% no comércio internacional em 2017 relativamente ao ano anterior, mais 1,7 pontos percentuais que na primeira previsão.

Na análise realizada por grandes categorias económicas, as perspetivas de aumento das exportações para os países extra-UE de material de transporte e acessórios é de 20,1%, o que juntamente com os combustíveis e lubrificantes foram as áreas com maiores revisões em alta relativamente à primeira previsão.

No comércio intra-UE, o INE salienta os crescimentos esperados nas exportações de material de transporte e acessórios (mais 7,6%) e de fornecimentos industriais (mais 6,2%).

Os resultados do Inquérito sobre Perspetivas de Exportação de Bens (IPEB), realizado em maio, correspondem à segunda previsão das empresas para a evolução esperada das exportações de bens em 2017.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon