Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Enviado da ONU para Médio Oriente critica Israel pela continuação da colonização

Logótipo de O Jogo O Jogo 26/09/2017 Administrator

O enviado da Organização das Nações Unidas (ONU) para o Médio Oriente acusou Israel de não estar a cumprir a resolução do Conselho de Segurança que exige o fim de toda a atividade relacionada com a colonização.

Nickolay Mladenov, em declarações aos membros do Conselho de Segurança, acrescentou que a continuação da expansão da colonização torna a solução dos dois Estados "cada vez mais inalcançável".

O diplomata salientou que, desde 20 de junho, a atividade colonizadora dos territórios palestinianos por Israel "continuou a um ritmo elevado, um padrão consistente durante este ano".

Afirmou também que a atividade de colonização estava concentrada em Jerusalém-Leste, onde foram avançados em julho planos para construir mais de 2.300 habitações, "30% mais do que em todo o ano de 2016".

Mladenov sublinhou que a ONU considera as atividades de colonização ilegais à luz da lei internacional.

A intervenção no Conselho de Segurança respeitou ao terceiro relatório sobre a aplicação da resolução do Conselho, aprovada em dezembro, que condena os colonatos de Israel como uma "violação flagrante" da lei internacional.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon