Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Escola Básica do Parque das Nações vai ter capacidade para 900 estudantes até ao 3.º ciclo

Logótipo de O Jogo O Jogo 13/07/2017 Administrator

A segunda fase da construção da Escola Básica do Parque das Nações, em Lisboa, foi hoje apresentada, vai ter capacidade para 900 alunos, mas o Governo não adiantou quando começam as obras nem o valor do investimento.

Depois de estar há sete anos à espera de ser concluída, a secretária de Estado Adjunta e da Educação, Alexandra Leitão, esteve hoje naquela escola a apresentar o projeto para a construção das valências que ficaram por construir.

A Escola Básica do Parque das Nações estava projetada para lecionar até ao 9.º ano, mas tem instalações apenas para o jardim-de-infância e para o 1.º ciclo (até ao 4.º ano).

Faltam-lhe ainda espaços como um refeitório ou um ginásio.

Em declarações à Lusa, a secretária de Estado disse que as prioridades desta segunda fase do projeto são "as salas e todas as partes comuns que permitam colocar o 2.º e o 3.º ciclo a funcionar nesta escola".

Assim, além das salas de aula e de convívio, vai ser ainda construída a biblioteca, o auditório, o refeitório, o bar/cafetaria, assim como o pavilhão desportivo e áreas de jogo.

Depois de concluída, a escola vai ter capacidade para 900 alunos, divididos em cerca de 32 turmas.

Contudo, a governante não conseguiu indicar uma data para o início das obras.

"Prefiro não avançar com uma data concreta", disse à Lusa Alexandra Leitão.

Em março do ano passado, o ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, tinha dito no parlamento que a conclusão daquela escola é "prioritária" e teria início ainda em 2016.

Para a representante do Parque Escolar, Cristina Oliveira, o retomar deste projeto dará aos alunos "uma maior oferta formativa".

Esta fase dedica-se, sobretudo, às "áreas sociais e informais dos alunos" que permitirá a oferta educativa do 2.º e 3.º ciclo na instituição, afirmou.

A construção da primeira fase da Escola Básica do Parque das Nações terminou em dezembro de 2010, tendo a escola sido aberta no segundo período do ano letivo 2010/2011.

Desde então, os pais e encarregados de educação têm realizado abaixo-assinados e várias manifestações a pedir a conclusão da construção daquela escola.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon