Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Espanha/Ataques: Atacantes de Cambrils transportavam cinturões que simulavam cargas explosivas

Logótipo de O Jogo O Jogo 18/08/2017 Administrator

Os cinturões que os cinco alegados terroristas abatidos hoje em Cambrils (Tarragona) simulavam cargas explosivas falsas, disseram à Efe fontes policiais espanholas da Catalunha.

Durante a madrugada a polícia catalã abateu cinco indivíduos em Cambrils na sequência de um atropelamento que provocou ferimentos a seis pessoas.

Tratou-se de um segundo atentado na Catalunha, depois do atropelamento que provocou a morte de 13 pessoas em Barcelona na quinta-feira.

Os homens em Cambrils levavam cinturões que inicialmente pareciam estar munidos de cargas explosivas que afinal eram falsas.

O conselheiro do Interior do governo da Catalunha, Joaquim Forn, disse também, à rádio Cadena Ser, que os "cinturões eram falsos" mas que "estavam bem simulados".

Forn acrescentou que os Mossos d'Esquadra (corpo de polícia da Catalunha) "evitaram um mal maior" em Cambrils, Tarragona, através de uma "atuação positiva".

Durante a troca de tiros entre a polícia e os cinco atacantes, que acabaram por ser abatidos, um dos agentes ficou gravemente ferido.

Sobre o primeiro ataque, na quinta-feira, nas Ramblas, centro de Barcelona, Forn recordou que o veículo utilizado no atropelamento percorreu cerca de 350 metros numa zona "cheia de gente" pelo que os polícias não puderam usar as armas de fogo.

Em relação às medidas de segurança na zona, Form afirmou que é impossível garantir a proteção dos peões "apenas com postes" instalados nos passeios, o que poderia, por outro lado provocar o "isolamento da cidade de Barcelona".

Um atentado terrorista em Barcelona, na tarde de quinta-feira, provocou 13 mortos e cerca de uma centena de feridos, após uma furgoneta ter galgado um passeio e atropelado dezenas de pessoas, nas Ramblas, no centro da cidade.

O ataque ocorreu pela 17:00 (16:00 em Lisboa) e foi já reivindicado pelo grupo extremista Estado Islâmico, através dos seus canais oficiais de comunicação.

A polícia catalã já deteve três suspeitos de envolvimento no ataque e um outro suposto autor do atentado foi encontrado morto em Sant Just Desvern, em Baix Llobregat, a 12 quilómetros de Barcelona, depois de uma troca de tiros com a polícia catalã, após ter forçado a passagem de um controlo policial e ter atropelado uma polícia.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon