Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Espanha/Ataques: Autor do ataque em Barcelona abatido pela polícia

Logótipo de O Jogo O Jogo 21/08/2017 Administrator

O alegado autor do atentado terrorista em Barcelona, na quinta-feira, foi abatido pela policia espanhola em Altos del Subirat, arredores da cidade catalã, informou fonte das forças antiterroristas.

As mesmas fontes, citadas pela agência Efe, apontam que Younes Abouyaaqoub carregava um cinto de explosivo no momento que foi abatido pelos agentes dos Mossos D'esquadra, a polícia da Catalunha, desconhecendo-se ainda se o cinto era falso.

Os investigadores identificaram Abouyaaqoub como o condutor do veículo que matou 13 pessoas e feriu mais de uma centena nas Ramblas, na quinta-feira.

A polícia referiu que a célula terrorista poderá estar agora desativada se for confirmado que o imã de Ripoll, considerado o cérebro do grupo, morreu na explosão que ocorreu em Alcanar.

As forças de segurança espanholas encontraram hoje a carrinha do imã de Ripoll, Abdelbaki Es Satty, a 15 quilómetros de Alcanar, localidade onde se situa a casa que explodiu na véspera do atentado em Barcelona.

Fontes da luta antiterrorista disseram à agência noticiosa espanhola EFE que a carrinha foi encontrada na localidade costeira de Sant Carles de la Ràpita.

A localização da carinha reforça a tese de que o imã é uma das pessoas mortas na explosão na casa, que servia de base de operações da célula terrorista dos atentados na Catalunha, que causaram 15 mortos e mais de 100 feridos e foram reivindicados pelo grupo extremista Estado Islâmico.

A casa que explodiu serviria de base de operações da célula, que prepararia há cerca de seis meses um ou mais atentados na Catalunha. A polícia encontrou na vivenda em Alcanar, a 200 quilómetros a sudoeste de Barcelona, 120 botijas de gás.

Teria sido a explosão na quarta-feira a levar os terroristas a optarem pelo atropelamento em massa na Rambla, a mais movimentada avenida de Barcelona, na quinta-feira, a que se seguiu o incidente em Cambrils já na madrugada de sexta-feira.

No total, segundo dados oficiais atualizado hoje, 15 pessoas morreram nos dois atentados, incluindo duas portuguesas.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon