Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Espanha: o início do fim do "tiki-taka"?

Sportinveste 18/06/2014 Fonte: Sportinveste Multimédia
Espanha: o início do fim do "tiki-taka"? © Sportinveste Multimédia Espanha: o início do fim do "tiki-taka"?

Depois da derrocada provocada pela goleada da Holanda (5-1), a Espanha tem dúvidas em relação ao "tiki-taka". Numa crónica do jornal "La Razón" intitulada "Fará sentido acabar com o nosso jogo de passe?", o jornalista lança um alerta: "Apaixonamo-nos por esta forma de jogar, mas temos de admitir que chegamos a um ponto em que até as cabras já se aborrecem".

O jornal "Sport" vai mais longe: "Para grandes males, grandes remédios. No seio da seleção espanhola, a ideia de abandonar o modelo tradicional do "tiki-taka" tem os seus adeptos". O "Público" faz eco no mesmo sentido: "A seleção pensa retocar o seu estilo para dinamizar a equipa".

Apesar de Juan Mata defender nas páginas do "Público" um estilo de jogo, "que já nos permitiu controlar a maioria dos adversários", Cesc Fàbregas reconhece haver outras formas de vencer.

O jornal "El País" é dos poucos que contraria a onda geral. "A passagem com sucesso por grandes cimeiras internacionais, nos últimos seis anos, incitam mais a reforçar certezas, do que a submetermos a seleção a uma cirurgia pesada".

Mas apesar de tudo, o jornal "Sport" garante que algumas alterações importantes vão ser feitas. "As vacas sagradas da Espanha já tremem" e se Casillas é apontado como certo na baliza, a verdade é que veteranos de "La Roja" como Xavi Hernández e Xabi Alonso arriscam-se a ver do banco de suplentes o jogo com o Chile.

Fonte: O Jogo

AdChoices
AdChoices

Mais de Sportinveste

image beaconimage beaconimage beacon