Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

"Esquecem-se que fomos a Guimarães, ao Dragão e recebemos o Benfica"

Logótipo de O Jogo O Jogo 18/09/2017 Hugo Monteiro

Após conquistar o primeiro triunfo na I Liga, Luís Castro falou sobre os momentos menos bons que o Chaves teve de enfrentar esta época.

© Pedro Sarmento Costa/LUSA

Vitória sobre o Moreirense e balanço: "Todas as equipas precisam de vitórias, mesmo que tivéssemos ganho os jogos anteriores. O jogo [com o Moreirense] surge num contexto de extrema dificuldade. A intranquilidade estava em cima de nós, por muito que apelemos à serenidade. Esquecem-se que fomos a Guimarães, ao Dragão, recebemos o Benfica... A tabela estava pressionante para nós. Demos uma resposta positiva ao logo da primeira parte, não permitimos que o Moreirense se aproximasse da nossa baliza. Com o golo, a equipa estabilizou ainda mais, teve mais critério e penso que é um bom resultado. Queríamos ganhar o jogo pelos adeptos, que nos têm dado um apoio fantástico. Não tem sido possível, foi agora. Veio esta vitória direitinha".

Critério flaviense: "Quando a vida nos corre bem, é natural que as decisões sejam feitas com mais critério e foi isso que apareceu. Sempre que a equipa abordou a grande área do Moreirense, conseguiu fazer isso. Temos passado momentos maus e difíceis. É difícil trabalhar debaixo dessas nuvens negras. Não é por isto que vamos ser a melhor equipa do campeonato e não era por não termos vencido que éramos a pio.. A vida tem de ser levada com equilíbrio. Tivemos muito critério no jogo. O Manuel Machado tem sempre as equipas organizadas e compactas".

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon