Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

"Eu gostava de ter um Ferrari, mas não tenho dinheiro"

Logótipo de O Jogo O Jogo 21/07/2017 Alcides Freire

Carlos Pereira disse que se depender dele haverá uma surpresa no sábado na apresentação da equipa aos adepto

© Fornecido por O jogo

O presidente do Marítimo, Carlos Pereira, disse estar confiante para o confronto com os búlgaros do Botev Plovdiv, na terceira pré-eliminatória da Liga Europa "Eles demonstraram que são uma equipa com quem temos de ter cuidado, embora tenha confiança na nossa equipa. Vamos à Bulgária sabendo que o adversário é difícil. Respeitamos o nosso adversário, mas não o tememos. Temos de ter argumentos para poder surpreender em casa do adversário e tentar passar a eliminatória na casa do Marítimo", afirmou, à margem da apresentação dos equipamentos da equipa para a época 2017/18.

A deslocação à Bulgária está a ser complicada, admitiu Carlos Pereira, com custos ainda mais elevados por partir de uma ilha.

Em relação ao plantel, Daniel Ramos pretende mais reforços e o presidente considera possível haver entradas, mas deixou um aviso.

"Eu também gostava de ter um Ferrari, mas não tenho dinheiro para o ter. Pelo que tem sido o nosso diálogo, o treinador sabe que as portas estão sempre abertas. Deixámos uma vaga na Liga Europa para termos uma mais-valia que ainda possa acontecer", comentou.

No sentido inverso, tem sido apontada a saída, por empréstimo, do avançado Keita na imprensa desportiva, algo que Carlos Pereira não desmentiu.

"O Keita é um jogador do plantel, com quem contamos enquanto tiver contrato com o Marítimo. No entanto, naquilo foi o diálogo feito com ele e com o seu representante, face ao número de pontas de lança na equipa, se houver uma oportunidade de poder jogar com mais assiduidade, não iremos fechar a porta", respondeu.

Carlos Pereira disse ainda que, se depender dele, haverá uma surpresa no sábado, na apresentação da equipa aos adeptos, em que o Marítimo irá defrontar o Las Palmas, da I Liga espanhola.

Ficou também o sentimento de felicidade em ver a "moldura humana" presente na apresentação dos equipamentos na baixa do Funchal, em frente à loja do clube.

O Marítimo voltou a apostar nas riscas horizontais vermelhas e verdes no equipamento principal e no amarelo fluorescente no alternativo, havendo desta feita, riscas azuis horizontais. O equipamento do guarda-redes será de cor laranja.

O melhor do MSN em qualquer dispositivo


AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon