Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

EUA limpam zona Nova Iorque contaminada radioatividade desde II Guerra Mundial

Logótipo de O Jogo O Jogo 28/07/2017 Administrator

O Governo dos EUA anunciou na quinta-feira planos para limpar um local na cidade de Nova Iorque onde foi processado material radioativo para desenvolver a bomba atómica.

A Agência de Proteção do Ambiente (EPA, na sigla em inglês) informou que a tarefa, avaliada em 39 milhões de dólares (33,4 milhões de euros) e que deve demorar anos a terminar, vai forçar a retirar empresas que operam num bloco em Queens, onde edifícios, solo e esgotos foram contaminados com material radioativo. No local existem medidas de proteção desde 2012.

A fonte destes resíduos foi a empresa química Wolff-Alport, que operou na Irving Avenue, no bairro de Ridgewood, entre 1920 e 1954, segundo Elias Rodriguez, o porta-voz da EPA em Nova Iorque.

A empresa processava material radioativo para o governo federal, como parte de um programa que começou com o secreto Manhattan Project, que levou ao teste da primeira arma nuclear, durante a II Guerra Mundial, no deserto do Novo México.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon