Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

EUA não "toleram ódio e violência" da extrema-direita -- Vice-Presidente

Logótipo de O Jogo O Jogo 14/08/2017 Administrator

Os Estados Unidos não "têm tolerância para o ódio e a violência" da extrema-direita, declarou no domingo o vice-presidente Mike Pence, depois de uma marcha da extrema-direita que resultou em violência no estado da Virgínia.

"Não temos tolerância para o ódio e a violência dos supremacistas brancos, dos neonazis ou do KKK (Ku Klux Klan)", disse Pence, em resposta a perguntas colocadas durante uma conferência de imprensa em Cartagena das Índias, na Colômbia.

"Esses perigosos grupos marginais não têm lugar na vida pública americana, e condenamo-los nos termos mais fortes", acrescentou o vice-presidente.

Uma mulher morreu no sábado em Charlottesville (Virgínia), quando uma viatura se lançou contra manifestantes, que se opunham à marcha da extrema-direita.

O Presidente norte-americano, Donald Trump, foi criticado pelos adversários democratas, e também por membros do Partido Republicano, por não ter condenado diretamente os grupos de extrema-direita em Charlottesville.

Trump condenou o ódio e a intolerância, mas falou de "violência de diversas partes".

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon