Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Euro sub-21: Renato Sanches continua sem treinar e Ricardo Horta quer “trazer o caneco”

Logótipo de LusaLusa 09/06/2017 Jose Pedro Gomes
MARIO CRUZ/LUSA © EPA / MARIO CRUZ MARIO CRUZ/LUSA

Inowroclaw, Polónia, 09 jun (Lusa) - Pelo segundo dia consecutivo, o médio Renato Sanches falhou a sessão de treinos da seleção portuguesa de sub-21 de futebol, que prepara, na Polónia, a participação no Campeonato Europeu da categoria.

O jogador, que nos últimos dias recupera de uma inflamação num ouvido, ainda acompanhou hoje a restante equipa até ao estádio de Inowroclaw, onde os trabalhos decorrem, mas ficou sentado no banco de suplentes, enquanto a sessão era ministrada pelo selecionador nacional, Rui Jorge

Renato Sanches, que já viajou de Lisboa, na quinta-feira, com um desconforto num ouvido, foi sujeito, ainda em Portugal, a exames médicos, que não revelaram qualquer problema grave, embora tenha sido aconselhado a não treinar até a questão estar resolvida.

Antes da sessão de trabalho de hoje, o porta-voz do grupo foi o médio Ricardo Horta, que esta temporada alinhou no Sporting de Braga, por empréstimo dos espanhóis do Málaga, revelando que o objetivo da equipa neste Euro é "levar o caneco para Portugal".

"As expectativas são muito altas e queremos fazer melhor que no Europeu passado. Vamos dar tudo para conseguir este ano trazer o caneco para Portugal", disse o médio.

O jogador reconheceu que Portugal "está num grupo complicado" [juntamente com Espanha, Sérvia e Macedónia], mas sublinhou que esta seleção nacional "já provou que tem qualidade e que tudo vai fazer para entrar bem logo no primeiro jogo frente à Sérvia".

Ricardo Horta considerou que "a vinda de Renato [Sanches], que já foi campeão europeu, vai ser uma grande ajuda para equipa", e, apesar de admitir que "há alguma ansiedade" para que a competição comece, mostrou confiança que a equipa estará preparada.

O médio, de 22 anos, já integrou os trabalhos da seleção A, somando uma internacionalização, e não considera ser um passo atrás o regresso ao espaço dos sub-21.

"Não é despromoção alguma, quando fui chamado à seleção A foi pelo meu trabalho, mas ainda tenho idade de sub-21 e agora estou aqui para ajudar esta equipa a conquistar coisas bonitas que orgulhem Portugal", concluiu.

A seleção portuguesa sub-21 de futebol está na Polónia a preparar sua prestação no Campeonato Europeu da categoria, que se realiza naquele país, e onde integra o grupo B, juntamente com Sérvia, Espanha e Macedónia.

O primeiro jogo da formação orientada por Rui Jorge será contra a Sérvia, em Bydgoszcz, em 17 de junho.

JPYG // VR

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon