Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Europeus de pista: queda condiciona corrida de Oliveira e Matias

Logótipo de O Jogo O Jogo 22/10/2017 Hugo Monteiro

Ciclistas portugueses Ivo Oliveira e João Matias ficaram no 11.º lugar da corrida de madison dos Europeus de pista.

Os ciclistas portugueses Ivo Oliveira e João Matias ficaram no 11.º lugar da corrida de madison dos Europeus de pista, resultado condicionado por uma queda, ainda na primeira metade dos 50 quilómetros de prova, em Berlim.

© Federação Portuguesa de Ciclismo

Com cerca de 30 quilómetros por completar, João Matias foi derrubado por um dos elementos da dupla holandesa, acidente que provocou um desequilíbrio na distribuição do esforço na equipa, acabando por condicionar o resultado final.

Portugal até tinha começado bem, pontuando nos dois primeiros sprints e garantindo a capacidade de encarar as voltas seguintes de forma mais conservadora, guardando energias para a segunda metade, na qual, previsivelmente, surgiriam os ataques mais fortes.

O 11.º posto simboliza, ainda assim, uma melhoria de dois lugares face ao resultado de 2016: a equipa ficou a apenas dois pontos da oitava posição.

O ouro foi para os franceses Benjamin Thomas e Florian Maitre, com 43 pontos, apenas mais um do que os dinamarqueses Niklas Larsen e Casper Pedersen e mais três em relação aos polacos Wojciech Pszczolarski e Daniel Staniszewski.

Portugal somou sete pontos e foi uma das 13 equipas que conseguiram evitar ser dobradas, numa prova de grande intensidade e competitividade.

"Foi uma das provas mais rápidas que me lembro de ver em madison, com uma média final superior a 56 km/h. Neste contexto, estou satisfeito com o desempenho dos nossos dois corredores, embora seja notória a falta de experiência internacional a este nível", disse o selecionador luso.

Gabriel Mendes entende que "com mais participações" é possível "corrigir detalhes, que permitirão melhorar no futuro, numa disciplina que ganhou importância acrescida, porque passou a fazer parte do programa dos Jogos Olímpicos".

O Campeonato da Europa disputado em Berlim foi histórico para a equipa portuguesa, que conquistou as suas duas primeiras medalhas em pista na categoria de elite.

Na sexta-feira, Rui Oliveira conseguiu a medalha de bronze na disciplina de eliminação e, sábado, o seu irmão Ivo Oliveira foi vice-campeão europeu de perseguição.

"Fizemos um excelente campeonato da Europa. Foi apenas a nossa terceira participação em Europeus de elite e a progressão é notável e sustentada. Conquistar duas medalhas é um resultado de enorme importância e é motivador para o futuro", concluiu Gabriel Mendes.

A delegação portuguesa regressa na segunda-feira, devendo chegar ao Porto pelas 22:30.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon