Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Evra desilude em França e a solução pode estar no Vitória

Logótipo de O Jogo O Jogo 02/08/2017 Hugo Monteiro
© Miguel Pereira/Global Imagens

Lateral-esquerdo Konan tem interessados e, segundo a Imprensa francesa, pode tornar-se concorrente de Evra.

Uma época em grande bastou para Ghislain Konan entrar no radar de vários clubes, incluindo dos mais endinheirados. Preso por um contrato válido até 2020, o lateral-esquerdo de 21 anos tem subido de cotação e, de acordo com vários sítios franceses da Internet (Le 10Sport e Sport 365.fr, entre outros), está no radar dos franceses do Marselha, que deverão apresentar, em breve, uma proposta para a compra do passe. Atualmente com 36 anos, o veterano internacional francês Patrice Evra tem sido uma desilusão nos testes da pré-época e, nesse sentido, o clube procura outro defesa para o corredor canhoto da defesa, estando fortemente inclinado a apostar na transferência do costa-marfinense, contratado em 2015 ao ASEC Mimosas (Costa do Marfim).

Refinado durante uma época na formação B dos vitorianos, Konan seria lançado por Pedro Martins na equipa principal em 2016/17 para compensar a ausência, por lesão, de Rúben Ferreira (João Vigário lesionara-se na pré-época) e já não voltou à formação secundária, tornando-se indispensável no muro defensivo dos minhotos. A fatura de uma época amplamente proveitosa seria, porém, um problema muscular, detetado logo após a final da Taça de Portugal. Como as férias não ajudaram a dissipá-lo, o lateral seria inclusivamente o primeiro a apresentar-se em Guimarães para os trabalhos da pré-temporada, mas a recuperação tem-se revelado lenta, pelo que nesta altura nenhum responsável vitoriano arrisca uma data para o seu regresso, em pleno, aos trabalhos. João Vigário surge agora como primeira (e única) opção disponível para a esquerda da defesa, sendo já uma certeza a ausência de Konan na partida de sábado, frente ao Benfica, para a Supertaça.

Caso se confirme a transferência do costa-marfinense, manifesta-se uma curiosa tendência para o V. Guimarães fazer importantes negócios com laterais-esquerdos. Foi assim com Adama Traoré, outro costa-marfinense, transferido para os suíços do Basileia em 2015, e com o brasileiro Dalbert, vendido aos franceses do Nice em 2016, e agora muito próximo de se mudar para o Inter, o que renderá ao clube vimaranense outro importante encaixe financeiro.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon