Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Ex-diretor do Gabinete de Ligação em Macau suspenso do Partido Comunista Chinês por um ano

Logótipo de O Jogo O Jogo 10/10/2017 Administrator

O antigo diretor do Gabinete de Ligação do Governo Central em Macau Li Gang foi suspenso de funções do Partido Comunista Chinês por um ano, por alegadas "violações graves" da disciplina partidária, segundo o jornal South China Morning Post.

O termo "violar gravemente a disciplina" é um eufemismo comummente usado para corrupção. Não são conhecidas quais as "violações graves" cometidas.

O anúncio foi feito depois da reunião, na segunda-feira em Pequim, da Comissão Central para a Inspeção da Disciplina do Partido Comunista (agência anticorrupção chinesa).

A suspensão de funções é a segunda punição mais elevada que um membro do partido pode enfrentar, a seguir à expulsão.

Li Gang, de 62 anos, deixou o cargo em Macau em junho do ano passado e, segundo a imprensa de Hong Kong, abandonou as suas funções como vice-diretor do Gabinete para os Assuntos dos Chineses Ultramarinos no final de agosto deste ano.

A 01 de setembro foi conhecida a expulsão do antigo diretor do Gabinete de Ligação do Governo Central em Macau da Assembleia Popular Nacional da China.

Antes de ir para Macau em 2012, Li Gang tinha estado quase uma década em Hong Kong.

Em Macau, Li foi substituído por Wang Zhiming. Na semana anterior ao anúncio da sua substituição, a Comissão Central de Disciplina anunciou que ia, pela primeira vez, enviar inspetores para o Gabinete para os Assuntos de Hong Kong e Macau do Conselho de Estado.

Desde que Xi Jiping assumiu o poder há cinco anos, a Comissão Central para a Inspeção da Disciplina do Partido Comunista lançou uma campanha anticorrupção, investigou mais de 250 altos dirigentes e puniu cerca 1,4 milhões de quadros.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon