Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Ex-ministro da Defesa de Israel acusa Netanyahu de corrupção em negócio de submarinos

Logótipo de O Jogo O Jogo 13/07/2017 Administrator

Um antigo ministro da Defesa israelita acusou hoje o primeiro-ministro, Benjamin Netanyahu, de ser "corrupto" e considerou que se deveria demitir, devido a um eventual conflito de interesses relacionado com a aquisição de submarinos alemães.

Moshe Yaalon, um forte crítico do governo de Netanyahu, afirmou hoje à estação televisiva Channel 10 TV que, enquanto ministro da Defesa, foi marginalizado do negócio, que só avançou depois de Netanyahu o ter afastado no último ano.

David Shimron, primo e advogado pessoal de Netanyahu, tem estado a ser questionado pela polícia, depois de ter sido revelado que representou a empresa alemã envolvida no negócio, que atingiu o valor de 1,5 mil milhões de dólares (1,3 mil milhões de euros).

Tanto Netanyahu como Shimron negaram qualquer prática errada.

Israel encomendou seis submarinos à Alemanha nas últimas duas décadas, com o último a dever ser entregue em 2018.

As alegações respeitam à compra de mais três submarinos para substituir outros, envelhecidos.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon