Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Ex-vice quer que compra da Água de Barcelos seja decidida depois das eleições

Logótipo de O Jogo O Jogo 03/07/2017 Administrator

O ex-vice-presidente da Câmara de Barcelos exige que a aquisição da Água de Barcelos seja feita depois das eleições autárquicas e acusou o atual autarca de "andar a brincar com toda a gente" na gestão daquele processo.

Em declarações à Lusa, a propósito de uma reunião convocada pelo presidente da autarquia barcelense, Miguel Costa Gomes (PS), o também candidato à autarquia, como independente, Domingos Pereira, afirmou haver "dúvidas, discrepâncias e incertezas" sobre a condução do negócio e disse que vai "mandar para os órgãos tutelares" toda a documentação relativa aquela aquisição.

Segundo explicou o agora ex-número dois de Costa Gomes, no dia 26 o presidente da autarquia convocou vereadores, presidentes de junta e lideres dos partidos políticos tendo-lhes apresentado um novo memorando para a aquisição de capital da empresa à qual está concessionada a gestão de água e saneamento no concelho.

"Ficamos estupefactos com um memorando que o presidente da câmara apresentou em que defende que a aquisição de 49% das Águas de Barcelos por 59 milhões de euros é o melhor acordo de todos, enquanto o que estava em cima da mesa eram outros dois acordos com os privados", disse.

Domingos Pereira explicou que esses dois possíveis acordos previam "ou o resgate total por 87 milhões ou a compra de 75% da empresa por 37 milhões de euros" mais assunção de passivos.

"O presidente da Câmara anda a brincar com toda a gente, anda a brincar com a comunicação social, mente descaradamente, anda a ludibriar há um ano e meio e é preciso por cobro a isto", afirmou Domingos Pereira.

O também candidato nas eleições de 01 de outubro, quer que o assunto das Águas de Barcelos seja resolvido já por o novo executivo.

"Com base nestas trocas todas, em tudo que já se passou acho que era este assunto devia ser tratado definitivamente depois das eleições de outubro para que quem as vencer as trate com legitimidade", defendeu.

Além disso, Domingos Pereira garantiu que vai encaminhar o processo para o Ministério Público, a Inspeção-Geral de Finanças e a Direção-Geral das Autarquias Locais.

"Há muitas dúvidas, discrepâncias, incertezas, negócios à margem de acordo, mandar para os órgão tutelares", disse.

A Águas de Barcelos, S.A (ADB) é, desde Janeiro de 2005 e por um período definido de 30 anos, a sociedade concessionária dos Sistemas Públicos Municipais de Distribuição da Água e de Drenagem de Águas Residuais do Concelho de Barcelos.

A ADB conta como acionistas com a Hidurbe, S.A., empresa vocacionada para a gestão, operação e manutenção de infraestruturas de águas e águas residuais, gestão de recolha e operação das soluções de tratamento e destino final dos resíduos sólidos, com a Somague Ambiente SGPS, S.A. e com a ABB - Alexandre Barbosa Borges, S.A., empresa especializada em construção civil e obras públicas.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon