Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Ezequiel Barco: Benfica leva outra nega, mas volta à carga

Logótipo de O Jogo O Jogo 25/04/2017 Hugo Monteiro

Emissário das águias e empresário do jogador ouviram um não do Independiente a 5,5 milhões de euros por 70% do passe, mas o processo continua em marcha.

O Benfica continua empenhado em assegurar a contratação de Ezequiel Barco, um jogador de 18 anos do Independiente, considerado na Argentina como uma das maiores promessas da sua geração. Depois de ter visto uma primeira proposta rejeitada, os encarnados voltaram à carga, mas esbarram ainda na intransigência dos dirigentes do emblema de Santa Fé, que deram nega a uma segunda investida, realizada pelo empresário do médio-ofensivo e um emissário dos encarnados.

Na primeira abordagem, Luís Filipe Vieira deu ordens para a apresentação de uma oferta de cinco milhões de euros para a aquisição de 80 por cento do passe do jovem argentino e, depois da recusa, nova reunião decorreu ontem nas instalações do Independiente, com os números a crescerem, mas ainda não o suficiente para haver fumo branco no negócio.

"Tive uma reunião com os dirigentes do Independiente na qual rejeitaram seis milhões de dólares [5,5 milhões de euros] por 70 por cento do passe de Barco, mas continuamos a conversar. A negociação não morreu aqui, vai prosseguir", revelou Daniel Quinteros, empresário de Ezequiel Barco, em declarações a O JOGO, mantendo assim em aberto a possibilidade do Benfica contratar o camisola 27 do clube argentino.

© JOSE JACOME/EPA

Os encarnados subiram então a oferta em meio milhão de euros, deixando ainda ao Independiente a vantagem de ficar com 30 por cento do passe do jogador que, em caso de valorização e futura venda, pode render mais uma verba considerável. Depois da recusa de ontem - não assumida pelo Independiente (ver caixa) -, o líder do Benfica equaciona subir a parada para valores mais próximos dos dez milhões de euros estipulados no contrato do jogador - que faz todas as posições na zona ofensiva - como cláusula de rescisão.

Em paralelo, segundo foi possível apurar, o Milan também está a acompanhar a situação, depois de vários relatórios de observação terem comprovado tratar-se de um jogador a contratar. Nesse sentido, e o Independiente joga com esse trunfo, é esperada uma oferta dos rossoneri.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon