Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

FC Barcelona vence Granada para manter-se na peugada do Real Madrid

Logótipo de LusaLusa 02/04/2017 Ana Marques Gonçalves

Granada, Espanha, 02 abr (Lusa) – O FC Barcelona sofreu, mas venceu hoje por 4-1 na visita a Granada, para não perder o rasto do Real Madrid, na luta pelo título da liga espanhola de futebol.

Numa noite inspirada de Paco Alcácer, que saltou do banco de suplentes aos 17 minutos para substituir o lesionado Rafinha e marcou aos 64 minutos, o ‘Barça’, com André Gomes a titular, demorou a desfazer o resultado inicial e ainda permitiu o empate do penúltimo classificado, mas acabou por ganhar com golos de Luis Suárez (44) e Neymar (90+1) e um autogolo de Matthieu Saunier (83).

A história do encontro da 29.ª jornada conta-se a partir dos 17 minutos, quando Rafinha sofreu uma lesão no menisco interno e Paco Alcácer saltou do banco para complicar a vida dos defesas do Granada.

O avançado espanhol ameaçou aos 24 minutos, mas o seu remate embateu na trave. Na recarga, Neymar ainda festejou o golo, prontamente anulado pelo árbitro por fora de jogo.

Irrequietos, os atacantes ‘culés’ continuaram a tentar furar a barreira defensiva do penúltimo classificado, com Luis Suárez a obrigar Guillermo Ochoa a uma grande defesa, aos 27 minutos, e Alcácer a ver a bola passar mesmo ao lado do poste esquerdo da baliza adversária, cinco minutos depois.

PEPE TORRES/EFE © EPA / PEPE TORRES PEPE TORRES/EFE

A resistência do Granada foi, finalmente, quebrada no final da primeira parte, com o uruguaio a receber um passe preciso de Jordi Alba e a chutar em força para o fundo das redes.

No regresso dos balneários, Guillermo Ochoa voltou a negar o golo ao ‘Barça’ e a Paco Alcácer, que acabou por marcar aos 64 minutos, numa combinação com Suárez, já depois de Boga ter feito o 1-1, aos 50.

O guarda-redes do Granada foi providencial para evitar a goleada da equipa da casa, uma vez que voltou a exibir-se aos 66 minutos, salvando um remate de Ivan Rakitic.

O terceiro golo dos catalães tardava, mas Matthieu Saunier ajudou os visitantes, marcando na própria baliza, aos 83.

Com o triunfo já assegurado, Alcácer ainda assistiu Neymar para o seu 100.º golo pelo clube, aos 90+1, ampliando um resultado que permite ao FC Barcelona manter a distância para o líder Real Madrid.

A equipa de Luis Enrique soma 66 pontos, menos dois do que os madrilenos, que têm menos um jogo, enquanto o Granada é penúltimo, com 19.

AMG // NFO

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon