Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

FC Porto ataca António Costa e Centeno pela presença na festa da Luz: "Inaceitável"

Logótipo de O Jogo O Jogo 14/05/2017 Rui Trombinhas
© PEDRO_ROCHA

No rescaldo do tetra campeonato do Benfica, os dragões lembram as dívidas de Luís Filipe Vieira e as claques ilegais

O Benfica ganhou por 5-0 ao V. Guimarães e fez a festa no Estádio da Luz onde estavam presentes o primeiro-ministro, António Costa, e o ministro das Finanças, Mário Centeno.

O FC Porto não gostou de ver os dois governantes em ambiente de festa e, na newsletter "Dragões Diário" apontou o dedo. "Desgraçadamente, há coisas em Portugal que nunca mudam. Ontem, no jogo de consagração da Liga Salazar, lá estavam o primeiro-ministro António Costa e o ministro das Finanças, Mário Centeno, ao lado de Luís Filipe Vieira. É inconcebível e inaceitável este comportamento dos nossos governantes. Não a preferência pelo Benfica, legitima como qualquer outra, mas o carimbo de legitimidade que dão ao cidadão Luís Filipe Vieira, que só em dívidas à Caixa Geral de Depósitos, que é um banco público, pago por todos nós, ultrapassa a decência em muitos milhões."

Os azuis e brancos lembram ainda as claques ilegais e a morte do adepto do Sporting. "O primeiro-ministro e o ministro das Finanças estão fartos de saber que o Benfica presta apoio ilegítimo e ilegal a claques ilegais que ainda recentemente provocaram mais uma morte. Há repúblicas das bananas mais sérias."

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon