Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

FC Porto condena intimidação feita ao árbitro Artur Soares Dias

Logótipo de LusaLusa 06/01/2017 Ricardo Carvalho
JOÃO ABREU MIRANDA/LUSA © LUSA / JOÃO ABREU MIRANDA JOÃO ABREU MIRANDA/LUSA

Porto, 06 dez (Lusa) – O FC Porto condenou hoje a intimidação feita ao árbitro Artur Soares Dias no Estádio Municipal da Maia por duas pessoas envergando roupa dos Super Dragões, elogiando a posição da claque do clube, que se demarcou do incidente.

“O FC Porto não se revê e lamenta episódios como o de ontem, em que alegados adeptos do nosso clube ameaçaram o árbitro Artur Soares Dias”, indica um comunicado publicado no sítio oficial do FC Porto na Internet.

O clube congratulou-se com a posição pública dos Super Dragões, que manifestaram “repúdio por todo o tipo de violência sobre as equipas de arbitragem”, apesar de o líder da claque, Fernando Madureira, ter admitido a possibilidade de ser se ter tratado de elementos do grupo, agindo isoladamente.

Fonte da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) disse à Lusa que os dois indivíduos estiveram, cerca das 14:00, no recinto maiato, habitual centro de treinos dos árbitros profissionais.

Alguns órgãos de comunicação social noticiaram que os dois indivíduos ameaçaram Artur Soares Dias e prometeram regressar na segunda-feira, após o jogo entre Paços de Ferreira e FC Porto, da 16.ª jornada da I Liga, marcado para sábado e para o qual está nomeado o ‘juiz’ da associação do Porto.

RPC (RBA/JP) // NFO

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon