Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

FC Porto felicita José Mourinho e Jesualdo Ferreira

Logótipo de O Jogo O Jogo 15/07/2017 Hugo M. Monteiro

O Conselho de Justiça (CJ) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) deu razão a Pinto da Costa no recurso apresentado ao castigo de dois anos de suspensão e multa de dez mil euros aplicados em 2008, no âmbito do processo Apito Final.

A decisão, de 7 de julho deste ano, a que O JOGO teve acesso, baseia-se na ilegalidade da utilização das escutas telefónicas e na falta de credibilidade atribuída aos testemunhos de Carolina Salgado. Pinto da Costa vê assim a pena - que já cumpriu - anulada e a SAD portista, que fora castigada com a perda de seis pontos e uma multa de 150 mil euros, também beneficia.

Os dragões já reagiram à decisão do Conselho de Justiça através da newsletter Dragões Diário, que inclui também duas felicitações especiais dirigidas a José Mourinho e Jesualdo Ferreira, antigos treinadores do clube.

destaquenaoperca8639199esquerda

© Global Imagens

A José Mourinho, o FC Porto salientou que "a equipa do FC Porto que se sagrou campeã europeia em 2003/04 não precisava de ajudas externas e ilegítimas para empatar em casa do último classificado da Liga", fazendo referência ao empate caseiro frente ao Beira-Mar, partida sob suspeita devido a uma alegada corrupção da equipa de arbitragem. "Por mais este reconhecimento da valia desportiva da equipa que dirigiu, não há nada mais justo do que felicitar José Mourinho", pode ler-se.

Quanto a Jesualdo Ferreira, os dragões deixaram também uma palavra de apreço ao treinador que levou o clube à conquista do tetracampeonato nacional e que, em 2007/08, tornou o FC Porto campeão com 20 pontos de vantagem sobre o segundo classificado, recorde posteriormente batido pelo FC Porto de André Villas-Boas.

citacao"Felicitamos o mister Jesualdo. Não por ter ganho, agora, seis pontos - porque esses disputou-os e venceu-os nos relvados -, mas por, finalmente, lhe ser devolvido aquilo que lhe foi roubado"esquerda

"Durante quase dez anos, essa supremacia conquistada no campo, na luta contra os adversários e contra quem sempre tentou prejudicar o FC Porto, foi formalmente reduzida a 14 pontos. A decisão do CJ da FPF repõe a verdade desportiva, e por isso felicitamos o "mister" Jesualdo. Não por ter ganho, agora, seis pontos - porque esses disputou-os e venceu-os nos relvados -, mas por, finalmente, lhe ser devolvido aquilo que lhe foi roubado, honrando o mérito de uma das melhores equipas da história do futebol português", rematou.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon