Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Federação aponta culpas pela vandalização da casa do árbitro Vasco Santos

Logótipo de O Jogo O Jogo 07/09/2017 Ana Proença
© Fornecido por O jogo

"O comportamento irresponsável de agentes desportivos em relação aos árbitros e à arbitragem, velho de décadas, é potenciador deste tipo de situações", defende o Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol.

No comunicado emitido pela Federação Portuguesa de Futebol para informar de que a casa do árbitro Vasco Santos foi vandalizada na madrugada desta quinta-feira, são apontadas culpas ao "comportamento irresponsável de agentes desportivos em relação aos árbitros e à arbitragem", que é - defende a federação - potenciador deste tipo de situações.

"Tal como teve oportunidade de sublinhar recentemente, o Conselho de Arbitragem nota que os castigos a árbitros são efetivos enquanto os castigos a dirigentes desportivos produzem reduzido efeito prático", pode-se ler.

O Conselho de Arbitragem exorta ainda os clubes a "demonstrar que são capazes de analisar a gravidade deste tipo de situações e encontrar soluções imediatas no quadro da autorregulação existente".

"O discurso de ódio dos agentes desportivos tem como principal vítima a arbitragem - e o futebol! -, o que é insuportável e inaceitável", escreve a FPF.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon