Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Fernando Alonso volta a disparar contra a Honda

Logótipo de O Jogo O Jogo 17/04/2017 Hugo Monteiro
© EPA/SRDJAN SUKI

Espanhol saiu agora em defesa do companheiro Stoffel Vandoorme, que nem chegou a começou o Grande Prémio do Barém

Fernando Alonso está definitivamente descontente com o início de temporada, tendo somado no Barém o terceiro abandono em outras tantas corridas. No circuito de Shakir, o espanhol foi forçado a desistir a duas voltas do fim, afirmando depois que "nunca tinha corrido com tão pouca potência na vida".

Agora o piloto da McLaren voltou a criticar a Honda, fornecedora de motores da escuderia, saindo em defesa do colega Stoffel Vandoorme, que nem o Grande Prémio do Barém começou, devido a problemas mecânicos.

"Podes ser rápido, podes ser lento, em corridas diferenças, circunstâncias diferenças. Agora nem conseguir começar é impressionante", disse à "Autosport", considerando "inaceitável" o que aconteceu ao belga.

"Não desejo a ninguém uma situação destas. O GP do Barém mostrou como é a situação", continuou, apontando ao Grande Prémio da Rússia.

Antes disso, Alonso vai falhar o GP do Mónaco para correr a Indy 500.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon