Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Fernando Aloso vai correr as 500 Milhas de Indianápolis e fala GP do Mónaco

Logótipo de LusaLusa 12/04/2017 Vítor Rodrigues
Fernando Aloso vai correr as 500 Milhas de Indianápolis e fala GP do Mónaco: DIEGO AZUBEL/EPA © EPA / DIEGO AZUBEL DIEGO AZUBEL/EPA

Redação, 12 abr (Lusa) - O piloto espanhol Fernando Alonso vai correr este ano as 500 Milhas de Indianápolis, nos Estados Unidos, com a McLaren, pelo que vai falhar o Grande Prémio do Mónaco, anunciou hoje a equipa britânica de Fórmula 1.

Em comunicado, a McLaren revela que, passados 38 anos, vai voltar à mítica prova, que vai cumprir a sua 101.ª edição e será disputada no próximo dia 28 de maio, numa corrida na qual participará com um motor equipado pela Honda e que será gerida pela equipa Andretti Autosport.

A equipa Andretti será encabeçada pelo seu fundador, proprietário e diretor executivo, Michael Andretti. Este antigo campeão da IndyCar, que competiu na Fórmula 1 para a McLaren durante uma temporada, como colega de equipa do malogrado piloto brasileiro Ayrton Senna, é filho de Mario Andretti, três vezes campeão da IndyCar e uma vez campeão do mundo de Fórmula 1.

O McLaren-Honda-Andretti, que correrá com um chasis Dallara DW12, o qual é utilizado por todas as equipas da IndyCar, ficará nas mãos de Fernando Alonso, duas vezes campeão mundial de Fórmula 1 e três vezes 'vice'.

Como as 500 Milhas de Indianápolis se disputarão no mesmo dia do GP do Mónaco, Alonso não poderá participar na prova do principado, devendo a McLaren anunciar, "em devido tempo", o nome do piloto que vai ocupar o lugar do espanhol.

VR // NF

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon