Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Fernando Gomes é o primeiro português a chegar a vice na UEFA

Logótipo de O Jogo O Jogo 05/04/2017 João Cardoso

O presidente da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), Fernando Gomes, tornou-se esta quarta-feira no primeiro português a chegar à vice-presidência da UEFA, nos 63 anos de história do organismo.

Gomes, de 65 anos, vai integrar a equipa de vices do esloveno Aleksander Ceferin, que apoiou na campanha à sucessão do francês Michel Platini, em 14 de setembro de 2016, ficando com a 'pasta' do relacionamento com os clubes e a presidência do Conselho de Administração da empresa que vai gerir a Liga dos Campeões.

Este núcleo integra o sueco Karl-Erik Nilsson, nomeado primeiro vice-presidente, além do alemão Reinhard Grindel, do ucraniano Grigoriy Surkis e do espanhol Ángel María Villar Llona, enquanto o inglês David Gill vai ser o tesoureiro do organismo.

Licenciado em Economia, Gomes, que antes de chegar à presidência da FPF, em 2011, dirigiu a Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) e a Liga de clubes de basquetebol, já fazia parte do Comité Executivo da UEFA.

© Fornecido por O jogo

Na altura, quando foi eleito para um mandato até 2019, Gomes tornou-se no quarto português a integrar o Comité Executivo do organismo, depois de Cazal-Ribeiro, eleito em 1968, Silva Resende, em 1984, e Gilberto Madaíl, em 2007.

A carreira de dirigente foi iniciada no FC Porto, no qual chegou a administrador da SAD, depois de ter sido praticante de basquetebol e campeão nacional na modalidade.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon