Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Fernando Gomes vai ser ouvido no parlamento sobre os problemas com a arbitragem

Logótipo de O Jogo O Jogo 03/10/2017 Hugo M. Monteiro

Presidente da Federação Portuguesa de Futebol alertou o Estado e os clubes para o "constante tom de crítica em relação à arbitragem".

O presidente da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), Fernando Gomes, vai ser ouvido no parlamento sobre os "sinais de alarme" decorrentes da "apologia do ódio" na modalidade.

A audição de Fernando Gomes foi aprovada esta terça-feira, por unanimidade, na comissão de Cultura, Comunicação, Juventude e Desporto, através de requerimentos idênticos do PS, PSD e BE, não estando ainda marcada a data, disseram à Lusa fontes da comissão.

Os três partidos fizeram o pedido para ouvir o presidente da federação em 22 de setembro, no dia em que Fernando Gomes assinou um artigo em que alertava para os "sinais de alarme" decorrentes da "apologia do ódio" e de um "constante tom de crítica em relação à arbitragem", instando à ação dos clubes e Estado.

© Jorge Amaral/Global Imagens

Em comunicado, Fernando Gomes advertiu que "há muito para fazer no futebol português", começando por ter "uma Liga forte", responsabilizando os clubes para este desígnio.

PS, PSD e BE consideraram, nos seus requerimentos que a Assembleia da República não podia ficar alheia aos alertas e deveria ouvir o responsável da federação.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon