Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Fernando Santos explica Ronaldo no banco: não foram apenas os amarelos

Logótipo de O Jogo O Jogo 07/10/2017 Hugo Monteiro

Fernando Santos explicou, após a vitória em Andorra por 2-0, que a questão física também o levar a deixar Ronaldo no banco.

© José Coelho/Lusa

A vitória: "Sabíamos que ia ser difícil, a equipa teve muita dificuldade de adaptação ao campo. Faltou-nos alguma dinâmica. Na primeira parte não estivemos ao nível que pensávamos que éramos capazes. Faltou apoio na zona do ponta de lança. A equipa de Andorra esteve mais confortável a defender, trocámos a bola, com posse, mas com pouca objetividade. Faltou encostar mais na frente. Apesar de duas oportunidades não conseguimos fazer golos".

Entrada de Ronaldo: "Ao intervalo era preciso mais um avançado. As coisas melhoraram. A partir de um certo momento começámos a carrilar, vencemos bem. Conseguimos os objetivos, nenhum amarelo impeditivo para o próximo jogo e nenhuma lesão".

Ronaldo, em risco para a Suíça, suplente: "Pensei muito. Nos dois primeiros dias também não treinou a 100 por cento. Houve muitos factores que me levaram a tomar a decisão. Nestes jogos as coisas são sempre complicadas, tentei gerir, fazer aquilo que era melhor".

Bruno Alves lesionado, além de Renato Sanches: "Nas últimas semanas teve uma lesão, sabíamos disso, por isso convocámos 25 jogadores. Tínhamos essa informação por parte do treinado dele".

Suíça: "É ganhar ou ganhar, não há outra possibilidade. Já não há outra conversa"

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon