Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Fernando Santos: "Se alguém estivesse a pensar na Suíça, nem vinha a Andorra"

Logótipo de O Jogo O Jogo 06/10/2017 Francisco Sebe
© Fornecido por O jogo

O selecionador português, Fernando Santos, abordou o embate com Andorra, na conferência de imprensa de antevisão ao jogo da fase de apuramento para o Mundial

Pressão para ganhar os dois jogos que faltam: "Não conseguimos o resultado que queríamos, por isso desde a Suíça [derrota por 2-0] que todos os jogos são sob pressão. Os jogadores estão mais que habituados. A equipa não tem medo, tem confiança e eu têm confiança neles. Temos sempre respeito e temos de usar as armas necessárias para vencer cada jogo. Se alguém estivesse a pensar na Suíça, nem vinha a Andorra".

Ronaldo: "Toda a gente quer saber aqui, em Portugal, em Andorra, em todo o lado. Eu dou a minha equipa aos jogadores duas horas antes do jogo. Não seria hoje que iria dar a equipa".

Andorra: "Tem um treinador há muito tempo, tem vindo a evoluir bastante, com uma mescla de jogadores experientes com outros menos experientes. A equipa só sofreu três golos em casa. É uma questão central: quem quer ganhar tem de fazer golos. Sabemos da determinação e vontade destes jogadores em defrontar Portugal. A questão do campo está dentro destas questões. Se me perguntarem se Portugal é favorito? Portugal é favorito, mas se me perguntarem se vai ser fácil, diria que não. Se nos fôssemos preocupar com todos esses acessórios, a atitude não seria a mais correta. Mas acredito que os meus jogadores vão apresentar a atitude mais correta".

EM ATUALIZAÇÃO

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon