Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Fernando Santos: "Toda a gente quer ver Ronaldo, até eu"

Logótipo de O Jogo O Jogo 23/06/2017 Hugo Monteiro

Fernando Santos, selecionador português, fez a antevisão ao jogo com a Nova Zelândia.

Possível adversário nas meias-finais, se Portugal lá chegar: "Estou focado, e os jogadores também, em rever bem a equipa da Nova Zelândia. Sempre também com confiança e sem nenhum receio com qualquer nome ou adversário. Confiança máxima, respeito máximo, concentração total no jogo que vem a seguir. Se passarmos esta fase então eu e a equipa técnica debruçamo-nos sobre os possíveis adversários".

Entusiasmo em torno de Ronaldo: "São muitos milhões que estão motivados sempre que Cristiano joga. Estão motivados para o ver em campo. Toda a gente quer ver Cristiano Ronaldo, até eu".

© Mário Cruz/Lusa

A nova Zelândia: "Tenho dito desde o início que a Nova Zelândia trabalha muito, luta muito. Tem jogadores que jogam no Reino Unido, jogadores e treinador experientes. Boa capacidade de trabalho, alguma qualidade técnica. Acreditamos que não vamos ser surpreendidos, mas temos de ter muita atenção".

Poupanças: "Só penso na próxima fase depois de lá chegar. Aquilo que disse que no fim de uma época jogar de três em três dias não é fácil e temos de fazer uma gestão dos jogadores. Tenho um grupo de trabalho em quem confio em absoluto. Durmo sempre bem com qualquer opção".

Rotatividade pode chegar a Ronaldo? "Não vou dizer quem vai jogar. Não vou dar trunfos desses a ninguém. Agora, alguma rotação terá que haver".

Estratégia: "Tenho um grupo de trabalho fantástico, totalmente em sintonia comigo. Sabemos aquilo que queremos, mantendo a nossa forma de estar e pensar. Sempre com uma enorme confiança de ganhar. Sempre dissemos que o nosso objetivo é chegar ao limite da vitória. Para vencer o jogo é preciso jogar bem. Há uma estratégia montada para este jogo que acreditamos que vai resultar".

Bolas paradas: Em 22 jogos penso que sofremos um golo de bola parada. Deve haver uma estratégia... Faz sempre parte do nosso trabalho, desde o primeiro dia".

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon