Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Festival Cinanima será de 06 a 12 de novembro e terá 104 filmes em competição

Logótipo de O Jogo O Jogo 06/10/2017 Administrator

A 41.ª edição do Cinanima - Festival Internacional de Cinema de Animação de Espinho realiza-se de 06 a 12 de novembro e terá este ano em competição 104 filmes de 24 países, selecionados entre 1338 candidaturas.

Segundo revela hoje a organização do certame, a secção competitiva incluirá 43 Curtas-metragens, quatro longas e 36 filmes de âmbito escolar, enquanto a programação paralela se focará em dois temas: os Refugiados, a explorar com o filme "O Refugiado" (2012) do realizador Rui Cardoso, e o Erotismo, a apreciar em obras de autores como Monique Renault, Gerrit Van Dijk, Michaela Pvlátova e Bob Godfrey.

O festival prevê ainda uma homenagem a Artur Correia, "autor de alguns dos maiores momentos do cinema de animação português". Em 1970 realizou o primeiro filme nacional de desenhos animados para o grande público, "Eu quero a lua", e, em 1988, assinou também a primeira série televisiva de animação, intitulada "O Romance da Raposa", baseada no texto homónimo de Aquilino Ribeiro.

Obras desse autor serão assim exibidas no Centro Multimeios de Espinho no primeiro dia do festival, em cujo arranque se inclui também a exibição da longa-metragem "Loving Vicent" (2017), de Dorota Kobiela e Hugh Welchman.

Esse filme "conta a história da vida e da misteriosa morte do pintor Vincent Van Gogh e é a primeira obra cinematográfica totalmente pintada à mão, no que contou com a contribuição de mais de uma centena de pintores de todo o mundo".

Ao nível das sessões de visionamento, o Cinanima de 2017 contará ainda com programas para escolas e famílias - com filmes como "O Principezinho" (2015) de Mark Ozoborne e "Molly, a Monstrinha" (2016) de Michael Ekblad - e incluirá também retrospetivas dedicadas a cineastas da Hungria, da Áustria e da Eslovénia.

Jà no que se refere ao programa de formação do certame, na edição deste ano destaca-se a masterclasse do realizador holandês Michael Dudok de Wit, que em 2000 venceu o Grande Prémio do Cinanima com a curta-metragem "Father and Daughter" - que mais tarde lhe mereceu um Óscar (pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas dos Estados Unidos) e um BAFTA (pela Academia Britânica de Artes do Cinema e Televisão).

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon