Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Festival de Vilar de Mouros recebeu 26 mil pessoas em três dias de concertos

Logótipo de O Jogo O Jogo 27/08/2017 Administrator

Vinte e seis mil pessoas passaram, entre quinta-feira e sábado, no festival de música de Vilar de Mouros, Caminha, sendo que o último dia registou maior número de espectadores, chegando aos 10 mil, revelou o presidente da Câmara.

"No primeiro dia tivemos nove mil pessoas, no segundo sete mil e no sábado 10 mil. Estou muito satisfeito com o número final: 26 mil pessoas. Claro que nós queremos sempre muito mais gente, mas é um balanço muito bom", afirmou hoje à Lusa Miguel Alves.

Para o autarca socialista, aqueles números vieram sustentar "uma certeza" sobre a existência de futuro para o festival.

"Vilar de Mouros é um festival com história, com passado e que tem futuro. O crescimento sustentado das duas últimas edições indica que estamos a fazer bem o trabalho, estamos a dar os passos certos", frisou.

Em 2016, o festival de Vilar de Mouros somou, nos três dias, 22 mil espetadores.

Miguel Alves revelou ainda que, em 2018, o festival vai decorrer entre 23 e 25 de agosto.

A organização de seis edições do festival cabe à empresa Surprise and Expectation, consórcio constituído pela Probability Makers e pela Metrónomo, após um acordo estabelecido com a Câmara Municipal de Caminha.

Este ano, o Vilar de Mouros contou com a EDP como principal patrocinadora, tendo o nome da empresa sido incluído na designação oficial do festival.

Em declarações à agência Lusa, a diretora de marca da EDP, Ana Sofia Vinhas, afirmou que "o balanço não podia ser mais positivo".

"Não tínhamos dúvidas que uma nova parceria permitiria ter uma grande edição em 2017. Foi muito positivo e é mais um sinal de que a nossa estratégia é a estratégia certa, de que não se deve apoiar a música só nos festivais de verão, mas ao longo de todo o ano".

Para Ana Sofia Vinhas, este tipo de evento permite "levar a música para fora dos grandes centros urbanos e desenvolver as próprias regiões".

Questionada sobre a continuidade do apoio da EDP ao festival de Vilar de Mouros, a responsável adiantou que o assunto será analisado nas próximas semanas.

"Vamos começar a definir a estratégia para 2018 e vamos olhar com muita atenção e carinho para Vilar de Mouros", referiu.

Este ano, passaram pelo palco de Vilar de Mouros os The Veils, The Young Gods, The Mission, The Jesus and Mary Chain e Primal Scream, Golden Slumbers, Peter Bjorn and John, Salvador Sobral, George Ezra, Capitão Fausto, The Dandy Warhols, Zanibar Aliens, Avec, The Boomtown Rats, The Psychedelic Furs, Morcheeba e 2Manydjs.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon