Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Festival F, em setembro em Faro, alargado a três dias com "o melhor da música portuguesa"

Logótipo de O Jogo O Jogo 25/07/2017 Administrator

Carminho, Rui Veloso, Xutos & Pontapés e Salvador Sobral são alguns dos artistas anunciados para a quarta edição do Festival F, em Faro, em setembro, e que se alarga este ano a três dias.

Hoje apresentado em Lisboa, o Festival F, feito apenas de música portuguesa, decorrerá em 31 de agosto, 01 e 02 de setembro, com mais de quarenta concertos em vários palcos do centro histórico de Faro.

Este ano, o cartaz integra ainda Jorge Palma, Orelha Negra, Samuel Úria, Alexander Search, HMB, Mão Morta, Miguel Araújo, Agir, Dengaz, Noiserv, They're Heading West, DJ Marfox e You Can't Win Charlie Brown.

É um cartaz que abrange diferentes géneros da música portuguesa e tenta responder à adesão de públicos diversos que o Festival F tem tido nas edições anteriores, como disse à agência Lusa o promotor Vasco Sacramento.

Na apresentação, o presidente da câmara municipal de Faro, Rogério Bacalhau, disse que o Festival F "pretende marcar o final de uma época balnear no Algarve e mostrar o que de melhor se faz na música portuguesa".

"A música portuguesa é suficiente para fazer um festival de massas de verão", e tem uma diversidade e qualidade "que dificilmente seria conseguida no passado", disse Vasco Sacramento.

A organização sublinha que a música é o elemento principal do festival, mas será preparada uma programação complementar com literatura, artesanato, cinema e gastronomia regional.

O recinto, na cidade velha de Faro, será alargado para 56.000 metros quadrados, para maior comodidade dos espectadores.

Em 2106, o Festival F, coorganizado pela autarquia com a Sons em Trânsito, contou com cerca de 21 mil pessoas.

De acordo com Paulo Santos, vice-presidente da autarquia, serão 500 mil euros de investimento e é sustentável, "paga-se a si próprio".

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon