Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

FIFA impede vice-primeiro-ministro da Rússia de voltar ao Conselho do organismo

Logótipo de O Jogo O Jogo 10/03/2017 Hugo M. Monteiro

Vitaly Mulko está envolvido no escândalo de doping generalizado na Rússia

A FIFA proibiu Vitaly Mutko, vice-primeiro-ministro da Rússia e líder do comité organizador do Mundial2018, de se recandidatar ao Conselho do organismo, disse hoje à agência AFP fonte ligada ao processo.

Mutko, também envolvido no escândalo de doping generalizado na Rússia, era um dos cinco candidatos europeus a integrarem a mais alta instância da FIFA, que já informou a UEFA da decisão.

"Esta decisão do Comité de Controlo foi tomada por causa do cargo de vice-primeiro-ministro e do conflito de interesses que implica", explicou a fonte.

O vice-primeiro-ministro da Rússia, também com a pasta do Desporto, integra o Conselho da FIFA, antigo Comité Executivo, desde 2009, mas o Comité de Controlo entendeu agora que há conflitos de interesse entre os dois cargos.

© EPA/ANATOLY MALTSEV

A mesma fonte negou, porém, que esta decisão esteja relacionada com o escândalo de doping generalizado, promovido pelo Estado, que 'rebentou' na Rússia.

Apesar de indicado de novo pela UEFA, Mutko não poderá voltar a integrar o Conselho, que escolherá em abril os novos membros.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon