Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Filipe Augusto revela em que posição prefere jogar

Logótipo de O Jogo O Jogo 21/07/2017 Hugo M. Monteiro

Médio brasileiro do Benfica fala sobre a concorrência no meio-campo encarnado e deixa uma "dica" a Rui Vitória.

© Filipe Amorim/Global Imagens

Preferência posicional: "Como já entendi, são duas posições em que jogo sem problema. Tento fazer sempre o que o mister pede, mas sinto-me mais confortável a 8, é aí que posso ajudar mais".

Oportunidades nos jogos de preparação: "No início não quero dizer muita coisa. É bom para mim, porque posso aproveitar as oportunidades que me vão dando e vou sempre tentar aproveitar da melhor forma possível. Jogando bem, acabo por ter a confiança dos meus companheiros".

Chegada a meio em 2016/17: "Cheguei a meio da época passada, tentei absorver o mais rapidamente possível o que o mister quer, mas, a trabalhar desde o início, a fazer uma boa pré-temporada, é muito melhor".

Remates de meia distância: "A posição 8 acaba por estar mais próxima da zona de finalização, isso permite-me rematar mais".

Concorrência na posição 8: "Eu vou dar o meu melhor sempre, independentemente de jogar ou não. O Pizzi fez uma grande época e temos grandes jogadores para essa posição. Vou dar o máximo e podem contar comigo sempre".

Saídas de jogadores importantes: "Neste grupo temos grandes jogadores, que podem valorizar muito".

Ensinamentos de Fejsa, Pizzi e Samaris: "São jogadores que nos transmitem experiência, conforto, por estar a jogar ao lado deles. Observamo-los no treino para absorver da melhor maneira possível os ensinamentos, de maneira a que se sintam confortáveis connosco em campo".

Jogo de sábado com o Hull City: "O pensamento tem que ser sempre para vencer, apesar de termos jogado ontem [quinta-feira] à noite, vamos estar bem para fazer um grande jogo".

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon