Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Filipe Nyusi pede rapidez e eficácia a Serviços de Informações e Segurança do Estado

Logótipo de O Jogo O Jogo 30/10/2017 Administrator

O Presidente moçambicano, Filipe Nyusi, instou hoje o Serviço de Informações e Segurança do Estado (SISE) a agir em tempo útil contra atos que ameaçam a segurança do Estado, assinalando a emergência de novos riscos à segurança interna.

Filipe Nyusi realçou a necessidade de o SISE ser mais eficaz na sua atuação falando após conferir posse ao novo diretor-geral da instituição, Júlio Jane.

"Mais do que recolher informações, é importante que o trabalho de sistematização e produção desses dados seja realizado em tempo útil para evitar que o que é hoje uma ameaça se torne num facto com repercussões graves para a segurança do Estado", declarou Filipe Nyusi.

Os serviços de informações, prosseguiu, devem estar preparados para enfrentar novos fenómenos que, pela sua peculiaridade, podem prejudicar a soberania do Estado.

"A tarefa que tem pela frente não é fácil, como é do domínio de todos, a tarefa fundamental do SISE é a recolha, sistematização e introdução de informações que, pela sua natureza, constituem ameaça de crimes que possam pôr em causa o Estado de direito democrático", acrescentou o chefe de Estado moçambicano.

Tal como já tinha mencionado na manha de hoje durante a investidura das novas chefias militares e da polícia, Filipe Nyusi insistiu na necessidade de as Forças de Defesa e Segurança atuarem em antecipação sobre as ameaças à soberania do Estado e tranquilidade públicas.

Júlio Jane substituiu no cargo de diretor-geral do SISE Lagos Lidimo, que cessou funções na semana passada, nove meses após ser nomeado para o posto.

Júlio Jane era até à semana passada comandante-geral da Polícia da República de Moçambique.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon