Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Fonte do Bastardo ganha na Noruega para a taça Challenge de voleibol

Logótipo de LusaLusa 09/11/2016 Filipe Bravo
TIAGO PETINGA/LUSA © LUSA / TIAGO PETINGA TIAGO PETINGA/LUSA

Forde, Noruega, 09 nov (Lusa) - A Fonte Bastardo deu hoje um importante passo em direção aos 16 avos de final da Taça Challenge de voleibol, ao ganhar por 3-1 na Noruega ao Forde VBK.

O jogo, da primeira mão da segunda ronda de qualificação, deixa a formação dos Açores, campeã nacional, como grande favorita na eliminatória, já que recebe o adversário daqui a duas semanas, dias 23 na Praia da Vitória, na ilha Terceira.

Caso se apure para os 16 avos de final, a equipa comandada por João José defrontará os romenos do Tricolorul LMV Ploiesti, em dezembro.

Em Forde, a Fonte do Bastardo entrou muito forte nos dois primeiros ‘sets’, claudicou no terceiro e conseguiu fechar o jogo no quarto, pela margem mínima: 25-21, 25-13, 28-30 e 27-25 foram os parciais do jogo.

Com 19 pontos, o norueguês Mathias Loftesnes foi o jogador mais valioso no jogo. O melhor da equipa lusa foi João Freitas (13), também líder nos serviços - Loftesnes foi igualmente o melhor nas estatísticas de remate e bloco.

Na mesma competição estará o Benfica, que não precisou de participar nas rondas de qualificação e entra diretamente nos 16 avos de final.

Jogo no Hall Fordehuset, em Forde.

Forde VBK - Fonte do Bastardo, 1-3

Parciais: 21-25 (28 minutos), 13-25 (22), 30-28 (34) e 25-27 (30).

Equipas:

- Forde VBK: Håvard Arrested, Andreas Dahl-Thorstensen, Mathias Loftesnes, Lars Fredrik Tvinde, Sverre Grønnevik Flaskjer, Vasile Afloarei. Øystein Bergum (líbero). Jogaram ainda Oskar Raftevold, Jonas Hjelle van Weert, Jarle Fornes, Martin Olimstad.

Treinador: Jan Egil Tvinde.

- Fonte do Bastardo: Matthew Pollock, Pedro Rangel, Kristopher Johnson, João Freitas, Oswaldo Ferreira da Silva 'Caique', Scott Rhein. Carlos Teixeira (líbero). Jogaram ainda Afonso Guerreiro, Gerson Pereira, José Monteiro e Diogo Morais.

Treinador: João José.

Árbitros: Aleksandar Petrovic (Sérvia) e Christophe Lecourt (França).

FB // PA

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon