Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

FRASES: Reações à demissão da ministra da Administração Interna

Logótipo de O Jogo O Jogo 18/10/2017 Administrator

Reações à demissão da ministra da Administração Interna, Constança Urbano de Sousa, hoje anunciada:

"Já era uma demissão esperada. Tecnicamente foi das melhores ministras que passou por aquele Ministério, politicamente não. Na relação com as associações, também não temos nada a dizer."

José Alho, presidente da Associação Independente da Guarda

Lusa

"Como nós já dissemos publicamente, e junto do Governo, esta demissão não deve servir apenas e só para uma mudança de rostos para que fique tudo na mesma. É necessária uma mudança de fundo na forma de funcionar da Proteção Civil, quer na reação às tragédias, quer na prevenção de tragédias, quer em toda a sua estrutura."

Pedro Filipe Soares, líder parlamentar do BE

Lusa

"Esta é uma demissão que não nos admira. Perante os factos, é uma situação normal."

Fernando Curto, presidente da Associação Nacional dos Bombeiros Profissionais

Lusa

"A ministra fez questão que o país soubesse hoje que pediu para sair naquele momento [depois da tragédia de Pedrógão Grande] e que, só por teimosia do primeiro-ministro, que não permitiu essa possibilidade, ela teve de se manter em funções aparentemente contra vontade, uma vez que terá pedido para sair. Isto é particularmente surpreendente e particularmente grave."

Telmo Correia, deputado do CDS-PP

Lusa

"O PS quer neste momento assinalar publicamente o reconhecimento dos serviços prestados no exercício das suas difíceis funções."

Ana Catarina Mendes, secretária-geral adjunta do PS

Lusa

"[Não se pode] cair no erro de considerar que a demissão da ministra resolveu um problema."

Heloísa Apolónia, deputada do PEV

Lusa

"Para nós, era uma inevitabilidade esta demissão."

André Silva, deputado do partido Pessoas-Animais-Natureza (PAN)

"A demissão da ministra peca por tardia e é consequência do discurso do Presidente da República. Foi preciso um puxão de orelhas em público de Marcelo Rebelo de Sousa para forçar uma saída que devia ter acontecido há meses."

Silvério Regalado, presidente da Câmara de Vagos

Lusa

"É uma colega pela qual tenho muito apreço, que passou, como todos nós -- mas, ela de uma forma particularmente acentuada -, momentos muito difíceis, mas compreendo a sua decisão."

Capoulas Santos, ministro da Agricultura

"Eu sinto vergonha pelo que se passou no país nos últimos dois meses. (...) Este Governo não merece uma segunda oportunidade depois de ter falhado tantas."

Pedro Passos Coelho, presidente do PSD

"Não são as demissões por si só que resolvem os problemas. As tragédias que tivemos em junho e em outubro são resultado de problemas acumulados na floresta portuguesa na sequência de décadas de políticas de direita da responsabilidade de governos do PSD, CDS e também do PS."

João Oliveira, líder parlamentar do PCP

"A senhora ministra era uma técnica, não tinha grande peso político e nós sabemos disso pela discussão das alterações ao estatuto dos militares da GNR. Muitas promessas foram feitas, mas (...) depois a senhora ministra não tinha poder para avançar."

César Nogueira, presidente da APG/GNR

Lusa

"Apesar de ser uma pessoa afável e simpática [a ministra da Administração Interna, Constança Urbano de Sousa] já não tinha qualquer controlo sobre tudo o que é a governação desta área da Proteção Civil."

Jaime Marta Soares, presidente da Liga de Bombeiros Portugueses

"Foi uma ministra que nunca ultrapassou e despegou da sua condição académica e nunca interiorizou a operacionalidade das forças e serviços de segurança."

Acácio Pereira, presidente do Sindicato da Carreira de Investigação e Fiscalização do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras

Lusa

"Na sequência da demissão tardia da senhora ministra da Administração Interna, exigimos a consequente demissão da presidência e do comando da ANPC [Autoridade Nacional de Proteção Civil]. Após as 65 mortes em Pedrógão Grande, queremos também um pedido público de desculpas do senhor primeiro-ministro a todos os familiares das vítimas mortais", declarou a presidente da associação."

Nádia Piazza, Associação dos Familiares das Vítimas do Incêndio de Pedrógão Grande

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon