Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Freamunde preferia ver a APAF "colocar-se do lado das autoridades" e não do árbitro

Logótipo de O Jogo O Jogo 25/04/2017 Mónica Santos

Clube que está em zona de despromoção na II Liga reagiu com "indignação" ao documento em que a APAF defende Hélder Malheiro, o árbitro do jogo que está a ser investigado pela Polícia Judiciária por suspeita de viciação de resultados.

© Fornecido por O jogo

Na sequência do comunicado emitido, ontem, pela APAF (Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol), em defesa do árbitro Hélder Malheiro, cujas decisões no Freamunde-Penafiel (1-2), da II Liga, se entrelaçam com a denúncia de um possível caso de viciação de resultados, a SAD do Freamunde emitiu, esta terça-feira, uma nota de imprensa a dar conta da "indignação" que o documento inspira no clube que alertou a Polícia Judiciária.

O Freamunde contrapõe à definição do caso, por parte da APAF, como um "episódio triste e desesperado" o mero "cumprimento da responsabilidade cívica de qualquer cidadão" de "denunciar às autoridades qualquer situação que indicie comportamento criminoso".

"Em momento algum foi dito às autoridades que a equipa de arbitragem estaria envolvida na possível combinação de resultados", ressalva o Freamunde, embora recorde que "foi um conjunto de decisões da equipa de arbitragem que levou a que o resultado do jogo" fosse aquele previamente anunciado através de sms para a testemunha que contactou o clube. Foi "coincidência", lê-se no documento, com nova ressalva: "Queremos acreditar que assim seja".

O Freamunde, 20º classificado da II Liga, em plena luta para fugir à zona de despromoção ao Campeonato de Portugal, sustenta que a forma de a APAF defender "todos" os árbitros seria "colocar-se do lado das autoridades" e conclui que, até ao esclarecimento do sucedido, por parte das autoridades, "todos serão considerados inocentes, mas todos deverão ser considerados suspeitos".

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon