Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Fundação AIS concentra esforços no apoio aos cristãos do médio Oriente

Logótipo de O Jogo O Jogo 12/09/2017 Administrator

O presidente internacional da Fundação Ajuda à Igreja que Sofre (AIS), cardeal Mauro Piacenza, disse hoje, em Fátima, que as preocupações da organização estão focadas no apoio aos cristãos do médio Oriente.

Para garantir a presença cristã no médio Oriente, aquela Fundação Pontifícia está a unir esforços para reconstruir igrejas e casas, "inclusive de comunidades ortodoxas, para que as terras bíblicas não fiquem desprovidas da vida cristã".

Os esforços estão concentrados no Iraque e na Síria, segundo o cardeal italiano Mauro Piacenza, que esta tarde falava em conferência de imprensa no Santuário de Fátima, antes do início da peregrinação internacional daquela instituição, no âmbito do centenário das "aparições" aos pastorinhos.

Cerca de um milhar de peregrinos, benfeitores e colaboradores da Fundação AIS, de mais de duas dezenas de países, participam na peregrinação, que tem início às 18:30 de hoje, na Capelinha das Aparições, e se prolonga até sexta-feira.

"Estes benfeitores são a prova da vitalidade da nossa organização e a certeza que podemos continuar a contar sempre com eles para continuarmos a secar as lágrimas de Deus no rosto dos homens e mulheres que sofrem no mundo por causa da perseguição religiosa", disse a diretora-executiva da instituição em Portugal, Catarina Martins de Bettencourt.

A peregrinação assinala os 70 anos do início da obra, fundada em 1947 pelo padre Werenfried van Straaten, após a destruição do nazismo e da perseguição religiosa nos países do antigo bloco comunista do Leste da Europa, e os 50 anos da consagração à mãe de Deus.

Para o cardeal Mauro Piacenza, Fátima é um "feixe de luz de caridade sobrenatural, porque ajuda em todas as quedas que há neste mundo, com a ajuda de Deus".

"A igreja é um corpo comum e a Fundação AIS é uma solicitude para as partes mais frágeis do corpo, é uma célula viva que ajuda a parte sofredora dentro da igreja", sublinhou.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon