Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Fundo soberano norueguês com retorno de 21,7 mil ME no 2.º trimestre do ano

Logótipo de O Jogo O Jogo 22/08/2017 Administrator

O Fundo de Pensões Global do Estado norueguês, que investe sobretudo em gás e petróleo, teve um retorno de 202.000 milhões de coroas (21.681 milhões de euros) no segundo trimestre, foi hoje divulgado.

Aquele que é considerado o maior fundo soberano do mundo alcançou um rendimento dos investimentos de 2,6%, graças ao bom resultado das aplicações em ações, com uma rentabilidade média de 3,4%, revelou em comunicado o banco público Norges Bank Investment Management (NBIM), instituição financeira encarregada da sua gestão.

"O rendimento do fundo foi de 6,5% nos primeiros dois primeiros trimestres do ano, o que equivale a um retorno de 499.000 milhões de coroas (53.560 milhões de euros)", salientou.

Trata-se do "melhor resultado" semestral registado na história do fundo, disse em comunicado Trond Grande, vice-presidente do NBIM.

O gestor congratulou-se com o resultado, mas advertiu que não é previsível que o fundo volte a alcançar uma rentabilidade semelhante no futuro.

Em 20 de junho, o fundo tinha sob gestão 861 mil milhões de euros.

A parte investida em ações correspondeu a 65% do total, enquanto 32,4% foi aplicado em obrigações e a restante parcela (2,5%) no setor imobiliário.

Em Portugal, o Norges Bank tem participações, nomeadamente, no capital da Semapa, EDP e BCP.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon