Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Furacão Irma: Mais de 170 mil casas e negócios sem eletricidade na Florida

Logótipo de O Jogo O Jogo 10/09/2017 Administrator

Mais de 170 mil casas e empresas na Florida, Estados Unidos, ficaram sem eletricidade no sábado à noite devido à aproximação do Irma, com o 'olho' do furacão a cerca de 145 quilómetros da zona de Key West.

A empresa Florida Power and Light, uma das principais do estado, indicou na sua página na Internet que mais de metade desses cortes foram sentidos na zona de Miami-Dade, onde cerca de 600 mil pessoas receberam ordem de retirada.

A empresa disse esperar que milhões de pessoas fiquem sem energia, com algumas áreas a sofrerem cortes prolongados.

A Florida Power and Light informou que foi formada a maior equipa pré-tempestade na história dos Estados Unidos, com mais de 16 mil trabalhadores prontos para responder às dificuldades.

O furacão Irma, o mais poderoso registado no Atlântico, fez, até agora, pelo menos 25 mortos à passagem pelas Caraíbas, e é esperado esta manhã na Florida.

No sábado à noite começaram a registar-se fortes tornados, à medida que o olho do furacão se aproximava da zona de Florida Keys.

O furacão Irma, atualmente de categoria 3, registava, pela 01:00 de hoje (hora de Lisboa) ventos máximos sustentados de 195 quilómetros por hora.

No entanto, os especialistas do Centro Nacional de Furacões consideram que o Irma vai voltar a fortalecer-se "quando se afastar de Cuba e permanecerá um poderoso furacão ao aproxima-se da Florida".

A combinação de "grandes e destrutivas" ondas e fortes tempestades pode provocar o aumento do nível do mar e fazer com que zonas normalmente secas perto da costa registem entrada de água.

Nestas zonas, alertam, podem registar-se inundações mortais e deslizamentos de terras.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon