Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Gabriel Barbosa: há um ano foi umpossível e agora esperança renascida

Logótipo de O Jogo O Jogo 24/06/2017 Hugo Monteiro

Avançado não vingou no Inter e o empresário procura a solução para o brasileiro renascer. Wágner Ribeiro diz não ter proposta dos dragões, mas admite que era uma boa opção.

© Uesley Marcelino/Reuters

O FC Porto é hipótese para Gabriel Barbosa, o avançado brasileiro que o Inter contratou ao Santos por 29 milhões de euros, mas que, em Itália, não foi feliz e marcou apenas um golo num total de 10 jogos, 184 minutos. A notícia foi ontem publicada pelo "Globo Esporte", que contou que Las Palmas (Espanha) e Nice (França) também desejam o jogador, mas o grupo de empresários de Gabigol, como o avançado é conhecido, prefere o FC Porto e está a tentar reunir condições para a colocação no clube português. Os dragões já sondaram o avançado no passado e Wágner Ribeiro, o agente principal do jogador, não o nega. "Sim, houve o interesse no passado. Mas, atualmente, não fui procurado", apressa-se a dizer. "Em mãos só tenho uma proposta de Inglaterra e outra de Espanha. Mas aguardo por outras. O Gabriel gostaria de jogar no FC Porto. É um clube e uma Liga que lhe interessam", continuou, reforçando não ter sido procurado pelo FC Porto. "Eu estou aqui, eles têm o meu número, e é só contactarem", vincou, alertando ainda que o Inter não o deixa sair em definitivo. "Só por empréstimo. É o que está acordado", conclui.

Gabriel saiu do Brasil numa condição semelhante à de Gabriel Jesus. Os dois eram as maiores promessas brasileiras para o sector ofensivo e até já partilhavam o espaço da Seleção. De forma surpreendente, Gabigol nunca se afirmou. A péssima temporada do Inter também não ajudou, mas o jogador perdeu crédito e precisa de o recuperar. O FC Porto seria o clube perfeito para o renascimento, até porque André Silva saiu e há espaço para o encaixe imediato do atacante, que joga preferencialmente no eixo, mas também como segundo avançado ou extremo.

Os dragões estão atentos à situação e reacendem a esperança pelo jogador. Há um ano foi impossível contratá-lo, tendo em conta o preço que o Inter se dispôs a pagar. Luís Gonçalves, um particular admirador das suas qualidades, continuou a acompanhar o jogador e as condições para, um dia, o poder contratar. Esta parece ser a altura certa. No Brasil garantem que o negócio é para avançar.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon