Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Galderisi: "Se batermos o FC Porto acredito na permanência"

Sportinveste 03/05/2014 Fonte: Sportinveste Multimédia
Galderisi: "Se batermos o FC Porto acredito na permanência" © Sportinveste Multimédia Galderisi: "Se batermos o FC Porto acredito na permanência"

O treinador do Olhanense disse este sábado que, se a equipa conseguir o "milagre" de vencer o FC Porto em casa, no domingo, poderá manter a esperança de permanecer na I Liga.

"Estou muito concentrado na partida de amanhã [domingo], porque acredito muito que, se fizermos um milagre e batermos o FC Porto, ainda temos boas possibilidades [de atingir a permanência]", disse Giuseppe Galderisi, quando questionado sobre o seu futuro no clube.

O Olhanense ocupa o 16.º e último lugar da classificação e não só precisa de ganhar os dois jogos que tem pela frente (contra FC Porto e Vitória de Setúbal), como também necessita que os adversários diretos percam pontos.

Considerando o FC Porto "uma equipa muito forte", apesar do ano negativo, Galderisi centra as suas atenções no que a sua equipa pode fazer no encontro de domingo, diante do campeão nacional cessante.

"Não devemos pensar no FC Porto, temos de meter em campo tudo o que temos, por nós, pelos nossos adeptos e pela classificação", considerou, desvalorizando as baixas no adversário.

"As grandes equipas não surgem desmotivadas, vêm jogar com muita serenidade. Não há nada a perder nem a ganhar para eles. Será muito difícil para nós, porque não acredito que as grandes equipas venham jogar partidas como esta com pouca motivação", assinalou.

Giuseppe Galderisi espera que a sua equipa coloque em campo fatores como "humildade, motivação, organização" e que possa "esperar o momento certo para lhes fazer mal", disse.

"Há que fazer sacrifícios, porque se não os fizermos, morremos. Temos de sofrer juntos, lutar muito e jogar sempre compactos, contra um FC Porto que tem sempre grandes jogadores", acrescentou.

Sobre a questão que envolve a possibilidade de o Rio Ave apresentar uma equipa de segundas opções perante o Paços de Ferreira, o técnico italiano referiu que acredita na "honestidade" de todos os que estão inseridos no meio.

"Estou convicto de que todos os envolvidos, Rio Ave, Belenenses, Paços e Olhanense, farão o máximo para obter pontos. Nunca pensei, em toda a minha carreira, em qualquer coisa de sujo [no futebol], porque não foi isso que me ensinaram", sublinhou.

Fonte: O Jogo

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon