Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Gil Vicente volta a vencer e foge aos aflitos

Logótipo de O Jogo O Jogo 19/03/2017 Hugo Monteiro

Gil Vicente somou a segunda vitória consecutiva na II Liga de futebol, ao bater fora o Olhanense.

O Gil Vicente somou a segunda vitória consecutiva na II Liga de futebol, ao bater fora o Olhanense, por 3-1, em jogo da 33.ª jornada da prova, decidido na primeira parte. Com golos de Paulinho (17 e 32 minutos) e Arthur (27, de grande penalidade), e apesar de Jorman Aguilar ter reduzido aos 39, os gilistas conseguiram uma vantagem clara logo no primeiro tempo, gerida sem problemas após o intervalo.

Com o segundo triunfo seguido, depois da vitória caseira sobre o Penafiel na última jornada também por 3-1, o Gil Vicente afastou o espectro da descida de divisão, subindo, à condição, ao décimo lugar, com 45 pontos, enquanto o Olhanense permanece no 22.º e último lugar, com 21 pontos, estando cada vez mais próximo da despromoção.

Numa primeira parte em que o Olhanense acumulou erros na defesa e no ataque, somando muitos passes transviados no pior momento, o Gil Vicente acabou por marcar na sua primeira aparição ofensiva, num cabeceamento de Paulinho ao segundo poste, após centro de Pedro Lemos (17 minutos).

Poucos minutos depois, Olivier perdeu infantilmente a bola para o avançado gilista, que se isolou e sofreu falta do guardião Rodolfo Barata na área, dando origem a uma grande penalidade convertida por Arthur (27).

O pesadelo algarvio continuou aos 32 minutos, quando Paulinho aproveitou o erro de toda a defensiva contrária - ficou parada a pedir fora-de-jogo -, e não desperdiçou na 'cara' do guardião do Olhanense, marcando o seu 13.º golo no campeonato.

Jorman Aguilar ainda reduziu a diferença perto do intervalo, na recarga a uma defesa incompleta de Vozinha, após tentativa de canto direto de Hélder Cabral (39).

No segundo tempo, o jogo teve pouca história, com o Gil Vicente, mais tranquilo, a segurar o triunfo perante um Olhanense que tentou incomodar o adversário mas não criou ocasiões de perigo.

Seria até a equipa de Álvaro Magalhães - hoje de regresso a um estádio que conhece bem, pois orientou o Olhanense na temporada 2006/07 -, a desperdiçar a melhor oportunidade, quando Hugo Firmino cabeceou com perigo e Gerevini, ao tentar dominar a bola junto à linha de baliza, cortou para o poste (80).

© Miguel Pereira/Global Imagens

Jogo no Estádio José Arcanjo, em Olhão.

Olhanense - Gil Vicente, 1-3.

Ao intervalo: 1-3.

Marcadores:

0-1, Paulinho, 17 minutos.

0-2, Arthur, 27 (grande penalidade).

0-3, Paulinho, 32.

1-3, Jorman Aguilar, 39.

Equipas:

- Olhanense: Rodolfo Barata, Coubronne, Gerevini, Olivier (H'Maidat, 37), Hélder Cabral (Kiki, 57), Sori Mané, Edgar Abreu (Jaadi, 69), João Oliveira, Jorman Aguilar, Gonzalez Prado e Salim Cissé.

(Suplentes: Léo, Pedro Eira, H'Maidat, Chanturia, Virga, Kiki e Jaadi).

Treinador: Bruno Saraiva.

- Gil Vicente: Vozinha, Pedro Lemos, Sandro, Luiz Eduardo, Henrique, Alphonse, Calu, Hugo Firmino, Arthur (Reko, 76), Avto (Abou Touré, 78) e Paulinho (Marius Noubissi, 81).

(Suplentes: Júlio, Yan Victor, Reko, JP, Noubissi, Abou Touré e Dybal).

Treinador: Álvaro Magalhães.

Árbitro: Bruno Esteves (AF Setúbal).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Rodolfo Barata (25), Jorman Aguilar (34), Gerevini (87) e Abou Touré (90+3).

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon