Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

GNB Vida passa de prejuízos a lucros de 5,4ME no 1.º semestre

Logótipo de O Jogo O Jogo 11/08/2017 Administrator

A GNB Vida teve lucros de 5,4 milhões de euros no primeiro semestre do ano, o que compara com os prejuízos de 49,5 milhões de euros obtidos no mesmo período de 2016, divulgou hoje a seguradora.

A informação consta do relatório e contas consolidado do primeiro semestre da seguradora que pertence ao Novo Banco, disponível no 'site' da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), que justifica os lucros sobretudo com o "contributo da atividade financeira".

Ainda na mesma documentação, a GNB Vida diz que houve diminuição de atividade nos primeiros seis meses do ano, que "conduziu a uma redução de 6,3% das responsabilidades sob a sua gestão, face a dezembro de 2016".

Quanto ao volume de produção da GNB Vida, esse foi de 75,2 milhões de euros no primeiro semestre, menos 12,5% face ao período homólogo do ano anterior.

Nos Planos Poupança Reforma (PPR), a produção cresceu 12,1% para 20 milhões de euros, os produtos de capitalização caíram 35,2% para 13,8 milhões de euros e os produtos de risco aumentaram 3,3% para 29,6 milhões de euros.

A GNB Vida tinha, em junho de 2017, uma quota de mercado de prémios de 2%, que compara com os 2,2% de junho de 2016, segundo a própria seguradora.

A GNB Vida (ex-BES Vida) está em processo de venda, tendo dito o Novo Banco, no início do mês, que espera conseguir acordo para o negócio até final deste ano.

Já em 2015, no plano de recapitalização apresentado ao Banco de Portugal, o Novo Banco dava a indicação de que queria alienar a antiga empresa de seguros do ramo vida do Banco Espírito Santo (BES).

Nas contas de 2016, o Novo Banco tinha já constituído uma provisão de 135 milhões de euros para eventual desvalorização do ativo na sequência da sua alienação.

O Novo Banco, que está em processo de venda ao fundo de investimento norte-americano Lone Star, teve prejuízos de 290,3 milhões de euros no primeiro semestre deste ano, uma melhoria face aos 362,6 milhões de euros negativos registados entre janeiro e junho do ano passado.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon